Você sabia que a escolha dos alimentos pré-treino pode impactar diretamente na sua performance? Tudo o que ingerimos provoca efeitos que podem ser bons ou não para nosso corpo e objetivo. Por isso, para que o seu treino seja ainda melhor, é essencial saber escolher bem o que comer antes dele.

Ficou interessado e quer saber mais a respeito? Continue lendo para conferir o que você deve consumir e evitar na sua alimentação pré-treino!

Quais alimentos pré-treino eu devo consumir?

Nesse momento, é indicado ter uma alimentação saudável, consumir alimentos leves, de fácil digestão e que colaborem com o seu desempenho e ganho de massa magra. Entenda!

Shake de proteínas

Os shakes de proteína são uma excelente opção de lanche prático para ser consumido na alimentação pré-treino. Por ter um formato líquido, a digestão e absorção das proteínas é rápida, facilitando com que elas comecem a trabalhar rapidamente nos músculos.

Batata doce

A batata-doce é rica em carboidratos complexos, ótimos para quem pratica atividades físicas. E não para por aí! A batata-doce também possui grande quantidade de potássio, um sal mineral que ajuda na prevenção da distensão abdominal e as indesejadas cãibras.

Banana

A banana é uma fruta leve e que pode ser comida rapidamente. Além disso, ela é rica em carboidratos de rápida absorção e potássio. Consumi-la faz com que seu corpo tenha uma reserva rápida de energia para gastar durante o treino, melhorando o desempenho e impossibilitando problemas como a hipoglicemia e a perda de massa magra.

Sanduíche leve

Se você sente mais fome na alimentação pré-treino, uma boa opção é consumir lanches leves, mas que sejam ricos em carboidratos e proteínas — como pães e torradas semi-integrais com recheios leves. Além dos sanduíches, a tapioca com ovo também é uma excelente alternativa de lanche leve.

Quais alimentos devo evitar?

Além dos alimentos que podem fazer com que seu treino seja melhor e mais produtivo, existem alguns que podem causar desconfortos e atrapalhar. Conheça alguns deles!

Fibras

Os alimentos ricos em fibras têm como papel estimular o funcionamento do intestino, fazer com que o corpo libere energia mais lentamente e, ainda, prolongar a digestão. Sendo assim, para não ter hipoglicemia, vontade de usar o banheiro e sensação de estômago cheio durante os exercícios, o ideal é não consumir alimentos como a granola e a aveia.

Lactose

lactose (presente no leite de vaca e seus derivados) é uma substância que costuma causar sonolência, gases, enjoos e desconfortos abdominais ao ser consumida. Portanto, evite esses alimentos antes do treino, caso você sinta alguns desses sintomas ao ingeri-los.

Alimentos que incham

Os alimentos que incham são aqueles que fazem com que nosso corpo retenha líquido (como o sal em excesso) ou os que provocam gases (como o brócolis, feijão, repolho, entre outros). Portanto, ao evitar o consumo desses alimentos, você se previne contra desconfortos e dores durante o treino e, consequentemente, tem uma melhor movimentação e um maior desempenho.

Sendo assim, os alimentos pré-treino devem ser escolhidos com cuidado para que sua prática não seja prejudicada pela falta de energia, cãibras, dores, gases, entre outros incômodos. Se possível, consulte um nutricionista, para que você possa receber orientações de acordo com as necessidades do seu corpo e seus objetivos.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Assine já nossa newsletter para receber mais conteúdos relevantes como este!

 


Escreva um comentário

Share This