O stress é considerado o mal do século: afinal, tornou-se comum e afeta diretamente a vida e a saúde de muitos indivíduos em todo o mundo. Atualmente, já existem até associações de combate e prevenção a ele, como a International Stress Management Association (ISMA).

Quer saber mais e descobrir se está com sintomas de stress? Então, acompanhe o texto a seguir!

O que é o stress?

Você sabia que o stress também pode ser considerado bom? Isso quando ocorre em pequenas quantidades: afinal, ele é uma reação do organismo a situações com os quais a pessoa tem dificuldade de lidar.

É um instinto de sobrevivência: um processo natural que libera adrenalina no sangue. O cérebro, então, responde de forma mais produtiva, criativa e enérgica. Assim, o organismo fica pronto para resolver as dificuldades com mais facilidade.

O problema é quando esse processo se torna algo constante. Isso é comum em razão da grande quantidade de problemas que surgem no trabalho, nos relacionamentos, nas mudanças de vida e no modo de encarar tudo isso.

Quais são seus principais sintomas?

O stress pode provocar diversos sintomas e alterações no corpo e na vida do indivíduo. Alguns dos sinais são bastante frequentes e indicam que algo não vai bem. Veja a seguir!

1. Tensão muscular

A tensão muscular é muito comum em momentos que os hormônios do stress são liberados no corpo, isso pode causar dor e incômodo. A tensão geralmente atinge o corpo todo, mas as áreas mais afetadas são os ombros e o pescoço. Um bom alongamento pode ajudar a minimizar esse desconforto.

Além disso, pode causar tensão também no maxilar que causa o ranger de dentes. Isso traz dor e pode levar ao bruxismo e ao desgaste da dentição: nesse caso, é necessário consultar um profissional de odontologia para diminuir os efeitos do problema.

2. Problemas gastrointestinais

O stress constantemente leva à gastrite nervosa (que tem ligação, ainda,  com a ansiedade) e ao refluxo, pela influência dos hormônios produzidos nos momentos de tensão. Se o incômodo for intenso, procurar um gastroenterologista para avaliar o caso pode ser a melhor opção.

3. Queda de cabelo

A queda de cabelo é um processo natural que acontece todos os dias. Porém, quando a quantidade de fios que cai diariamente é muito grande, pode ser um indicativo de stress.

Ela pode acontecer em razão da menor circulação sanguínea no couro cabeludo, por exemplo. Esse problema é causado pelo stress, que dificulta a nutrição e a oxigenação dos fios.

4. Dores de cabeça

Dores de cabeça são bastante comuns e uma de suas principais causas é o stress. Elas são causadas pela contração de vasos sanguíneos na cabeça, que faz que o sangue diminua na região e a tensão aumente. E as dores podem vir acompanhadas de irritabilidade e sensibilidade à luz. O ideal é procurar um neurologista para que ele possa investigar as causas e indicar um tratamento.

Caso tenha se identificado com um ou mais sintomas de stress, o ideal é tirar um tempo para relaxar. Além disso, é recomendável procurar ajuda de um psicólogo para investigar e tratar o problema, principalmente quando essas sensações ocorrem com frequência, pois podem estar relacionadas a um transtorno psicológico.

Gostou do post? Então, siga-nos nas redes sociais para acompanhar nossas publicações. Estamos no Instagram, no Facebook, no Twitter e no LinkedIn!


Escreva um comentário

Share This