As férias chegaram, os filhos não têm mais aulas e agora precisam gastar bem as energias durante o dia para poderem descansar de noite. Tudo é brincadeira e diversão. Porém, essa é também uma época mais propensa a pequenos acidentes. Assim, é preciso tomar certos cuidados com as crianças.

Segundo o Ministério da Saúde, esse é um período de aumento de ocorrências, como as de queimaduras. Já de acordo com o Hospital Samaritano de São Paulo, nas férias os acidentes domésticos aumentam em 25%. Sendo é assim, é importante conseguir perceber situações de riscos a fim de evitar que os filhos se machuquem. Continue a leitura e confira algumas dicas relevantes para mais cuidados com as crianças.

Cuidados com as crianças nas férias

1. Visite o médico antes de viajar

Checkups anuais são essenciais para garantir a boa saúde. Muitas vezes, uma doença se inicia de forma silenciosa, sem sintomas, ou tem um vírus incubado que só se apresenta depois de um tempo. Aproveite o período das férias, em que fica mais fácil conciliar os horários das consultas, e verifique se está tudo em ordem com seu filho. É melhor se prevenir do que esperar que algo aconteça na viagem e estrague os planos.

2. Mantenha a criança hidratada

Nessa idade, geralmente ela não entende ― ou esquece― que precisa beber água de forma constante para evitar desidratação ou doenças mais sérias, como as urinárias. Cabe aos pais se lembrarem de oferecer aos filhos, de tempo em tempo, líquidos durante as brincadeiras. Inventar sucos diferentes pode ser divertido para que experimentem novos sabores e se mantenham saudáveis.

3. Não se esqueça do protetor solar

Principalmente em cidades em que haja uma grande incidência de sol, é importante prestar atenção aos horários de sol forte para evitar insolação e se lembrar do filtro solar a fim de que a criança não apresente queimaduras ou desenvolva mais tarde um câncer de pele. Quanto menor a idade, mais sensível o organismo, precisando de atenção maior.

4. Oriente quanto a estranhos

Caso viajem sem sua companhia, ou ainda nas brincadeiras de rua perto da casa, oriente como proceder com a abordagem de pessoas desconhecidas. Fale que nem todas as pessoas são boas e que por isso não é legal confiar em qualquer uma. É sempre bom combinar senhas para que sejam usadas em situações de desconfiança. Por exemplo, combine uma palavra-chave que será usada se um adulto diferente precisar buscar a criança. Também aconselhe, caso seja abordada por assaltantes, a entregar o que eles desejam.

5. Preste atenção nos perigos dentro de casa

Dependendo da idade do filho, será necessário buscar mais proteção para tomadas, gavetas e quinas de mesas. Se tiver piscina em casa, nunca o deixe do lado de fora sem uma supervisão. Na hipótese de não haver ninguém para ficar por perto da criança o tempo todo, é aconselhável deixar a piscina esvaziada por um tempo. Além disso, tire do alcance qualquer produto de limpeza ou artefato que possa criar fogo, como fósforos ou álcool.

Os cuidados com as crianças precisam existir em qualquer época do ano. No entanto, as férias, por serem um período em que ficam mais tempo à toa, precisam de atenção redobrada.

Gostou do nosso artigo? Deixe um comentário se tiver ficado alguma dúvida ou se você se lembrar de algo que esquecemos de mencionar.

 


Escreva um comentário

Share This