Médica cardiologista falando do tratamentos após infarto.
|

Como é feito o tratamento após o infarto e qual médico procurar?

Sofrer um ataque cardíaco ou infarto agudo do miocárdio não é nada fácil, é uma experiência traumática, assustadora e pode deixar sequelas, mas com o tratamento certo após esse susto inicial, é possível voltar tudo ao normal, vejamos então como é feito o tratamento após o infarto, para você realizar tudo certinho.

O ataque cardíaco é um problema cada vez mais sério e presente na sociedade, em números são registrados mais de 360 mil óbitos anuais em razão do infarto, mas caso ocorra, o tratamento deve ser seguido a risca, orientado por um médico e observado com regularidade o desenvolvimento do paciente.

Principalmente por se tratar de um mal, capaz de ser reincidente, ou seja, com a falta de cuidados preventivos, e atenção aos sintomas de infarto, existem grandes hipóteses que o paciente tenha um novo ataque, podendo ser fata.

Vamos conferir então, como é feito o tratamento após ter um infarto e qual é o médico recomendado para realizar esse tratamento de forma adequada, continue lendo.

Como é feito o tratamento após o infarto

A primeira coisa a se fazer após um caso de infarto, é repouso, visto que seu corpo sofreu um grande trauma e precisa se recuperar, principalmente para não sobrecarregar o músculo do coração, além do risco de arritmias.

Esse repouso pode variar bastante, principalmente dependendo do grau de gravidade do ataque cardíaco sofrido. Por exemplo, após uma cirurgia cardíaca, pode ser que o repouso seja maior, que em um tratamento realizado com medicações.

Pessoas repousando após infarto.
O tratamento do ataque cardíaco envolve bastante repouso.

Visto que cada um é recomendado para graus diferentes de traumas e sequelas, como, por exemplo, arritmias, diminuição da força do coração e outras situações que podem exigir mais ou menos repouso.

Segundo os especialistas o repouso pode durar, em média, 30 dias, no entanto, repousos considerados absolutos é indicado de 3 a 5 dias após o infarto, considerando as sequelas.

Entendido a necessidade do repouso como tratamento após o infarto, vamos compreender as ações clínicas, adotadas por médicos para uma melhor recuperação do paciente.

Remédios no tratamento infarto

O tratamento com a medicação após o infarto é muito comum, uma vez que o infarto acontece devido ao um “entupimento” das veias carótidas, em razão de coágulos originários de placas de gorduras presas nas paredes das artérias.

Como medida desobstrutiva o médico recomenda medicações anti-agregantes plaquetários que possuem propriedades inibidoras da formação de coágulos na corrente sanguínea, otimizando a circulação.

Homem tomando remédio para tratamento de ataque cardiaco.
Medicações anti-agregantes plaquetários são indicados no tratamento do ataque cardíaco.

Estas medicações podem ser estatina e AAS para quem não tem alergia. Se você colocou stent, um segundo antiagregante plaquetário, como clopidogrel, brilinta ou effient vai ser recomendado. Essas medicações variam muito de quadro para quadro, mas o paciente deve permanecer tomando, por volta de um ano, claro dependendo do caso.

Ainda sobre o uso de fármacos, podem ser recomendados ao paciente, medicamentos com a função de diminuir a pressão sanguínea, inibindo o aparecimento de dores no peito.

Angioplastia

Popularmente conhecido como cateterismo e recebendo nome técnico de angioplastia, é uma medida utilizada quando a medicação não surti o efeito adequado durante o tratamento.

Essa técnica é realizada através de um tubo, que se chama cateter, no qual é posicionado na artéria da perna ou da virilha, e esse cateter percorre o corpo, chegando ao local afetado pelo coágulo.

Ilustração angioplastia e cateterismo
A Angioplastia ou cateterismo tem como objetivo desobstruir a artéria, retomando o fluxo sanguíneo.

Ao chegar no local o cateter infla um “balão” presente em sua ponta, para abrir caminho e desobstruir a passagem para a circulação normal do sangue pelo corpo.

Existe a possibilidade de colocar um stent, que é uma pequena estrutura de metal, que impede que o calibre da veia diminua, causando infarto.

Cirurgia

Caso ambas as medidas a cima não tenham funcionado bem ou o quadro seja de caráter mais grave e preocupante, o médico pode partir para a abordagem da cirurgia de ponte de safena.

Essa medida é mais complexa, devendo ser feita entre o 3º e 7º dia após a ocorrência do ataque cardíaco.

A cirurgia de ponte de safena, basicamente se trata da retirada de um pedaço da veia, chamada Safena, que fica na região da perna, com objetivo de substituir a parte obstruída da artéria do coração, possibilitando a normalização do fluxo sanguíneo para os órgãos.

Fisioterapia após o infarto

Parte fundamental do tratamentos após um infarto é o fortalecimento, visto que com o trauma sofrido, acontece a debilitação de diversos sistemas importantes do nosso corpo.

Esse tratamento fisioterapêutico deve ser feito sob supervisão, ou seja, dever ser feito ainda no hospital, com recomendação do seu médico cardiologista.   

Esse processo fisioterapeutico deve ser composto por:

  • Exercícios respiratórios para fortalecer os pulmões;
  • Alongamentos musculares;
  • Subir e descer escadas;
  • Exercícios para melhorar o condicionamento do corpo.

A forma e constância da realização dos exercícios, vai depende da recomendação profissional e fase de recuperação que o paciente se encontra. No começo o comum é 5 a 10 minutos de exercícios 2 vezes por dia, que evolui até que o indivíduo consiga realizar 1 hora de exercícios por dia, o que costuma acontecer 6 meses após o infarto.

Check-up regular

O check-up não exatamente é parte do tratamento após o infarto (ataque cardíaco), mas é parte fundamental da manutenção desse processo de tratamento realizado.

Visitar o médico cardiologista com frequência para avaliar como anda o seu coração, é fundamental, permitindo a realização de exames preventivos, bem como descobrir outras doenças que podem culminar em um novo infarto.

Então fique atento (a) quanto ao check-up regulares, para evitar um novo ataque cardíaco e prevenir doenças conhecidas como possíveis causas do infarto.

Vida após o infarto

Agora que você já passou esse grande susto inicial, talvez seja hora de repensar seus hábitos, como iniciar uma reeducação alimentar, não estamos falando de dietas de emagrecimento, mas sim de optar por alimentos mais saudáveis, como frutas, legumes, graus e carboidratos de boa qualidade, bem como, evitar refrigerantes, doces, frituras e alimentos processados.

É fato que nem todo mundo tem condições de comprar alimentos caros, quem dirá ser observado por uma nutricionista, mas mudanças básicas já são de grande valo.

Abra menos embalagens, descasque mais.

Outra mudanças que deve acontecer, mas essa sim com orientação médica, é atividades físicas leves, com objetivo de minimizar o sedentarismo e eliminar a obesidade, agentes causadores do infarto.

Vale frisarmos o tópico anterior, lembre-se de sempre fazer exames regulares, controle sua saúde e invista na sua longevidade, assim você conseguira prevenir o infarto.

Outro ponto importante após o infarto, é que provavelmente o médico indicara medicamentos, que podem ser recomendados por meses ou até anos. Estes medicamentos têm o objetivo de evitar o acumulo de gordura, ou afinar o sangue evitando um novo quadro de infarto.

Sobretudo o mais importante é tomar com regularidade a medicação, não erre aqui, pois isso poderá prejudicar e muito sua saúde.

Posso ter outro infarto (Ataque cardíaco)?

Sim! Após o primeiro infarto você corre riscos de ter outro, segundo pesquisas, quem passou por esse evento os riscos de se repetir são maiores e, por isso, é preciso ficar muito atento e adquirir hábitos saudáveis para evitá-lo.

Realizar o tratamento com resiliência, adotar novos hábitos, realizar exames regulares e estar sempre atento aos sinais que seu corpo dá é fundamental nesses casos.

Mas não viva com medo, mude seus hábitos e cuida de sua saúde, que as chances vão diminuir e muito, sem possibilidades de acontecer novamente.

Precisa fazer um chek-up no seu coração? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhor médicos cardiologistas, agende a sua consulta através do site ou aplicativo.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.