A gastrite e a úlcera são duas doenças distintas, mas muito semelhantes. Ambas são caracterizadas por uma infecção ou ferida nas paredes do estômago. São causadas por estresse, infecção bacteriana ou má alimentação.

Por isso, é indispensável ter uma dieta para gastrite e úlcera a fim de evitar as dores, queimações e enjoos provocados por elas. Quer saber como se alimentar para evitar incômodos e não agravar o problema? Continue acompanhando a leitura!

Evite alimentos fortes

Uma das maiores preocupações de quem sofre com úlcera e gastrite deve ser com a alimentação, afinal, essas enfermidades afetam o estômago e, portanto, exigem uma mudança completa de hábitos alimentares.

Sendo assim, é primordial evitar alimentos fortes que possam irritar o estômago, tais como: café, álcool, refrigerantes, alimentos muito gordurosos, embutidos, pimenta, entre outros. Em vez disso, invista em alimentos saudáveis e naturais, como frutas, verduras, legumes, castanhas, grãos e cereais.

Opte por frutas, verduras, legumes, castanhas, grãos e cereais.
Opte por frutas, verduras, legumes, castanhas, grãos e cereais.

Use essas opções para preparar refeições leves e equilibradas a fim tratar o problema. O importante é estar sempre atento aos sinais. Caso você consuma algo que faça com que sinta dores, investigue para saber qual foi o ingrediente responsável pelo incômodo, e para que possa retirá-lo da dieta.

Não fique longos intervalos sem comer

Quando ficamos longos períodos sem nos alimentar, é comum sentirmos queimação no estômago, causadas pela produção de ácidos estomacais. Sendo assim, quem sofre de gastrite ou úlcera deve comer de 3 em 3 horas aproximadamente, para evitar machucar ainda mais o estômago que já está sensibilizado.

Consuma alimentos probióticos e antioxidantes

Os alimentos antioxidantes são aqueles que contêm substâncias como vitamina C e A — frutas vermelhas, linhaça, mamão, pepino, entre outros. Eles têm uma alta ação anti-inflamatória, que ajuda a reduzir os indesejados sintomas causados pelo machucado no estômago.

Os probióticos (iogurte natural, kefir, kombucha…) apresentam uma ação semelhante. Esse tipo de alimento é rico em microrganismos benéficos para o trato digestivo, pois ajudam a acabar com bactérias ruins e têm função de regular as funções do corpo, contribuindo para amenizar a inflamação.

Evite comer muito de uma só vez

Evite comer exageradamente em uma refeição
Evite comer exageradamente em uma refeição

Comer exageradamente em uma refeição é um hábito nada saudável e bastante prejudicial, principalmente para quem sofre de feridas no estômago.

Isso acontece porque o corpo precisa fazer um esforço muito maior para realizar a digestão completa, e o que acaba provocando incômodos e queimação.

Além disso, como é preciso comer frequentemente, o ideal é fracionar as refeições e investir em “lanchinhos” como frutas e castanhas, pois são alimentos leves e que não agravam o problema.

Sendo assim, se você tem algum desses problemas, é importante estar atento a dieta para gastrite e úlcera. Caso suspeite de que pode estar sofrendo com essas enfermidades, procure um gastroenterologista para fazer um diagnóstico e tratamento.

Dessa forma, é possível cuidar da sua saúde e ter uma vida muito mais tranquila e de qualidade!

Gostou de saber um pouco mais sobre como deve ser a dieta de quem tem gastrite ou úlcera? Compartilhe esse post com seus amigos nas redes sociais para que eles também possam entender sobre o assunto!

 


Escreva um comentário

Share This