Homem fazendo curativo em mão de mulher.

O que pode causar dificuldade de cicatrização? Descubra as principais causas!

Durante o nosso dia a dia, é bastante comum sofrer acidentes, que podem causar machucados ou gerar pequenas feridas — sobretudo quando ainda somos crianças.

Felizmente, o organismo humano é extremamente inteligente e possui mecanismos de reparação incríveis. No entanto, você sabe o que pode causar dificuldade de cicatrização?

Dependendo do estado de saúde da pessoa e da presença de outras condições associadas, pode ser que tal processo perca a eficiência, deixando a região mais suscetível a uma série de problemas — alguns podendo ser graves, como as infecções.

Quer aprender mais sobre o que pode dificultar a nossa cicatrização? Então, continue a leitura deste post e confira!

Diabetes

Não restam muitas dúvidas de que o diabetes é uma das situações que podem causar dificuldade de cicatrização.

Mesmo que você não sofra da doença, é bem provável que já tenha conhecido alguém que fosse diabético e ouvido falar que as feridas devem ser evitadas a todo o custo, além de ser fundamental um rígido controle da glicemia.

Homem aferindo diabetes.
Pacientes diabéticos possuem grande dificuldade em cicatrização.

Isso ocorre porque a hiperglicemia constante — que é a elevação dos níveis de açúcar no sangue — altera a função de diversas células, aumenta o risco de sangramento e prejudica os processos inflamatórios. Além disso, enfraquece o sistema imunológico e provoca danos aos nervos, afetando a cicatrização das lesões.

Problemas de circulação

Os problemas de circulação também estão entre as causas mais evidentes dentre as que podem causar dificuldade de cicatrização.

Afinal, trata-se de um processo complexo e que depende de uma série de etapas, nas quais o corpo tenta conter o sangramento por meio da contração dos pequenos vasos da região e envia células específicas. Com isso, será feita a agregação plaquetária, ativação da cascata de coagulação e formação da rede de fibrina.

Ilustração circulação sanguinea.
Má circulação pode causar dificuldade de cicatrização.

Se tudo isso chega pelo sangue, é natural supor que indivíduos com comprometimentos circulatórios venham a experimentar dificuldades, não é mesmo? Via de regra, isso é mais comum em quem tem maus hábitos, como sedentarismo, tabagismo etc.

Deficiências nutricionais

É bem provável que você jamais tenha parado para pensar no assunto, mas nutrição e processos cicatriciais possuem uma relação muito intensa.

Sendo assim, podemos perceber que um adequado estado nutricional facilita a cicatrização, enquanto a desnutrição pode ser extremamente prejudicial, não importando o tipo de ferida ou as suas características.

O colágeno, por exemplo, é uma proteína extremamente relevante para que o ser humano consiga cicatrizar os ferimentos, tendo em vista que é a mais abundante no tecido conjuntivo.

Mulher tomando remédio.
A deficiência nutricional também pode gerar dificuldade de cicatrização.

Além disso, existem outros nutrientes que ajudam nas etapas, como vitaminas, minerais e água. Alimentar-se bem, portanto, é crucial para reparar as feridas.

Agora, você já sabe o que pode causar dificuldade de cicatrização. Manter o acompanhamento médico constante e doenças de base bem controladas, além de um bom estado nutricional, é imprescindível. Além disso, existem alguns tratamentos específicos, como a câmara hiperbárica, que podem ser considerados.

Precisa fazer seu check-up periódico? Lembre-se que aqui no BoaConsulta você encontra os melhores médico clínicos gerais, para consultas presenciais ou online!

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.