Mulher com dois pratos de comida.

Quais doenças que causam fome excessiva? Descubra as principais!

Sabemos que o nosso organismo funciona como um equipamento de precisão. Porém, mesmo quando apenas uma área específica sofre algum abalo patológico, ela pode provocar alterações em outros órgãos, tecidos e sistemas. Por isso, saber quais são as doenças que causam fome excessiva pode ser muito importante.

Muita gente vem sofrendo com sobrepeso, obesidade e síndrome metabólica nos dias de hoje. Isso pode estar relacionado não apenas aos hábitos de vida inadequados, como a outras condições que, em um primeiro momento, podem nem parecer relacionadas.

Pensando nisso, neste post, vamos mostrar quais são as principais doenças que podem causar fome excessiva. Continue a leitura e confira!

Diabetes

Quem sofre de diabetes já deve ter a noção de que a doença pode causar fome excessiva, uma vez que a sua origem está exatamente na forma pela qual o organismo consegue ou não aproveitar os níveis de glicose no sangue.

No tipo 1, há uma redução na produção de insulina no pâncreas de ordem autoimune, enquanto o tipo 2 se dá pela resistência insulínica nas células. Independentemente disso, o nível sérico de açúcar fica desregulado e o cérebro pode reagir demandando uma maior ingestão de alimentos.

Homem aferindo diabetes.
O Diabetes pode provocar fome excessiva devido à desregulação dos níveis de açúcar no sangue.

Isso é ainda mais notável em episódios de hipoglicemia, que podem ser graves se não tratados rapidamente. É preciso visitar o médico regularmente e manter uma dieta disciplinada, sobretudo em relação aos carboidratos.

Você desconfia que pode ter diabetes? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores Médicos Endocrinologista, agende sua consulta online, através do site ou aplicativo disponível para androide e IOS

Estresse e ansiedade

O estresse e a ansiedade são males do mundo moderno e estão cada vez mais presentes em nossa sociedade. Eles afetam a saúde mental dos portadores, que podem se comportar de maneiras paradoxais dependendo do caso, tendo episódios de compulsão alimentar ou simplesmente perdendo o prazer em comer.

Entretanto, é comum ver casos — especialmente em pessoas mais ansiosas — em que ocorrem crises compulsivas, nas quais o indivíduo pode deglutir, de uma só vez, quantidades de calorias que seriam suficientes para um ou dois dias inteiros.

Fast food e pessoa estressada.
Pessoas com altos níveis de estresse ou ansiedade podem ter quadros de compulsão alimentar.

Dentre as causas mais prováveis, está a baixa serotonina no sangue, que pode fazer com que exista um desejo excessivo por outras formas de prazer, como a comida.

Precisa de ajuda para diagnosticar e tratar o transtorno de ansiedade? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos especialistas em ansiedade, agende sua consulta online ou presencial.

Hipertireoidismo

Por fim, não dá para falar em doenças que causam fome excessiva sem citar o hipertireoidismo. A glândula tireoide, que fica situada em nosso pescoço, sintetiza dois hormônios de grande relevância: o T3 e o T4. Eles são responsáveis pela aceleração do metabolismo e algumas outras funções no organismo.

Mulher com hipertireoidismo.
Pessoas com hipertireoidismo pode sentir a necessidade anormal de consumir alimentos.

Quando estão em níveis muito elevados, podem gerar sintomas específicos, como a necessidade do organismo de conseguir cada vez mais energia para se manter funcionando. Por isso, é preciso ficar atento aos sinais do quadro, como excesso de apetite, sudorese, perda de peso sem causa aparente, taquicardia e assim por diante.

Precisa de ajuda para diagnosticar e tratar o hipertireoidismo? No BoaConsulta você encontra os melhores médicos endocrinologistas, agende sua consulta pelo nosso site ou aplicativo e seja atendido por videochamada ou presencialmente.

Como você pôde ver, são diversas as doenças que causam fome excessiva. Quando isso ocorre sem motivo aparente, como um jejum involuntário ou ter pela frente suas comidas favoritas, é um sinal de alerta, que faz com que seja necessária uma observação atenta e o agendamento de uma consulta com o seu médico.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.