Termo usado como referência à aplicação de recursos tecnológicos em comunicação e informação na saúde, a telemedicina pode transformar a realidade dos pacientes. Por meio dela, inclusive, será possível ter acesso a diversas especialidades médicas, mesmo em regiões mais remotas e sem sair de casa.

Você já ouviu falar sobre isso? Embora a prática ainda não tenha sido legalizada no Brasil, no conteúdo a seguir vamos explicar um pouco melhor como o diagnóstico online vai funcionar. Continue conosco e confira!

De que forma a tecnologia ajuda nas consultas com especialistas?

Atualmente, uma das principais vantagens que a tecnologia proporcionou para a medicina é a interpretação de exames médicos a distância. Isso beneficia principalmente as pessoas que moram em regiões afastadas dos grandes centros médicos, longe de especialistas habilitados para dar um laudo preciso e eficiente.

Com o telediagnóstico, o acesso às especialidades médicas ocorrerá por meio de computadores, tablets e smartphones, ou seja, com qualquer dispositivo eletrônico conectado à internet. Assim, será possível facilitar ainda mais a comunicação entre profissionais e pacientes, rompendo as barreiras físicas na Medicina.

Como isso acontece?

Os equipamentos necessários para realizar um exame serão instalados em clínicas, hospitais ou até ambulâncias. Esses aparelhos portáteis contarão com conexão wi-fi e precisam apenas de profissionais da área técnica para serem utilizados.

Feito o exame, as informações coletadas serão enviadas automaticamente por interfaces digitais para análise por especialistas de qualquer lugar do país. Assim, será possível emitir um laudo remoto e fazer o diagnóstico apurado desses pacientes.

Quais exames poderão ser laudados a distância?

A seguir, confira quais procedimentos poderão ser feitos por meio do telediagnóstico.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma (ECG) é o exame mais pedido pelos profissionais da cardiologia para avaliar a atividade e os potenciais elétricos do coração. Por meio do aparelho de ECG portátil, pessoas que moram em regiões sem cardiologistas vão poder passar pelo exame e ter suas condições cardíacas monitoradas.

Eletroencefalograma

Outro exame que pode ser feito por meio da telemedicina é o eletroencefalograma (EEG), que registra a atividade neurológica do paciente. O equipamento responsável por coletar os dados cabe em uma maleta de notebook e pode ser transportado para qualquer lugar.

MAPA

A Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, mais conhecida como MAPA, faz a aferição durante 24 horas, com o objetivo de aprofundar os conhecimentos sobre a hipertensão no paciente.

Para a realização do exame, um pequeno monitor é instalado na região da cintura do indivíduo, o qual deve seguir sua rotina normalmente. Assim, as variações na pressão podem ser associadas a diferentes condições ao longo do dia.

No final do acompanhamento, todos os dados são transformados em gráficos que evidenciam as alterações e podem ser laudados por um médico especialista remotamente.

Espirometria

Esse procedimento é realizado para avaliar a capacidade de inspiração e expiração no ciclo respiratório. Com um equipamento portátil e pequeno, que tenha conexão USB e baterias recarregáveis, será possível fazê-lo em qualquer lugar.

Assim, os profissionais da área técnica terão a chance de aplicar o exame, ao passo que os dados serão armazenados na memória do equipamento e, na sequência, poderão ser enviados ao médico pneumologista para a avaliação das condições do paciente.

Acuidade visual

O exame de acuidade visual é amplamente adotado na área da oftalmologia para certificar a capacidade visual de um paciente e verificar a necessidade de usar óculos. Com o desenvolvimento de optômetros que podem ser operados por meio de um computador ou notebook, esse procedimento será feito de qualquer lugar e laudado por profissionais habilitados.

Raio-X

Geralmente realizado por técnicos em radiologia, o raio-X é um exame indispensável para avaliar diferentes partes do corpo humano, em especial os casos de suspeita de fraturas ósseas. Apesar da complexidade do procedimento e dos equipamentos utilizados, os quais muitas vezes podem ocupar uma sala inteira, já é possível aliá-lo às novas tecnologias.

Para tanto, não é necessário adquirir um novo aparelho de radiografia, pois diversos softwares fazem a integração das informações emitidas, as quais podem ser enviadas a centrais de análise para emissão de laudos.

Mamografia

A radiografia de mama, exame recomendado a todas as mulheres acima dos 40 anos para controle periódico, prevenção e diagnóstico do câncer nos seios, é feita por meio de um equipamento próprio.

Com a telemedicina, os benefícios passam a incluir não apenas a transmissão eficiente de dados para especialistas habilitados, mas também a melhora da qualidade das imagens obtidas. Isso facilita sua leitura e aumenta a precisão dos diagnósticos.

Ressonância magnética

Uma das técnicas mais modernas em diagnóstico por imagem, a ressonância magnética exige profissionais altamente especializados para laudar as informações complexas captadas pelo equipamento. Por meio da telemedicina, muitas clínicas que antes não tinham condições de oferecer o serviço passarão a fazer o exame, pois os gastos com contratação de médicos fixos no quadro de funcionários serão reduzidos.

Que vantagens o telediagnóstico trará?

A telemedicina foi desenvolvida com o intuito de proporcionar vantagens tanto para os profissionais de saúde quanto aos pacientes. Com a possibilidade de ter exames avaliados e laudados a distância, vai ficar mais fácil acessar diferentes especialidades médicas.

Agilidade na obtenção dos resultados

No passado, era muito comum que os exames levassem vários dias ou mesmo semanas para ficarem prontos. Com as novas tecnologias, os resultados serão emitidos cada vez mais rapidamente (inclusive no mesmo dia), o que permite um diagnóstico mais ágil e o início imediato do tratamento.

Qualidade da avaliação

As imagens e os dados gerados pelos equipamentos modernos utilizados no telediagnóstico serão de alta qualidade. Além disso, os melhores especialistas do país vão poder laudar um exame e fornecer a melhor descrição possível da condição de saúde do paciente.

Diminuição de custos

A redução de custos beneficia tanto as clínicas e os hospitais, que vão conseguir diminuir os gastos com a contratação de profissionais para emitir os laudos, quanto o paciente. Isso porque a pessoa terá à disposição um maior número de estabelecimentos para se consultar — e, assim, escolher o melhor preço.

A telemedicina é uma possibilidade futura de contato facilitado com profissionais das mais diversas especialidades médicas. Agora, que tal aguardar pelos novos tempos marcando uma consulta e cuidando da sua saúde hoje?

Conheça nossa plataforma de agendamento online e agilize essa tarefa!

Escreva um comentário

Share This