Sem dúvidas, o coronavírus é o maior problema de saúde que o mundo enfrentou nos últimos anos. Porém, não podemos nos esquecer que as outras moléstias de saúde continuam existindo. Então, não deixe de ir ao médico na pandemia!

Se você tem uma doença crônica ou se chegou o momento de realizar exames de rastreio, procure por atendimento. O mesmo vale caso você comece a se sentir mal com algo específico e precise de uma ajuda mais imediata.

Porém, tudo isso deve ser feito de forma bastante consciente e seguindo os protocolos de saúde. Por isso, vamos listar algumas medidas essenciais para poder ir ao médico na pandemia e manter os cuidados necessários. Confira!

Use a máscara corretamente

O primeiro passo importante deve ser feito antes mesmo de sair de casa: coloque a máscara! O uso do equipamento ajuda a conter a disseminação do vírus nas regiões de transmissão comunitária.

A escolha da máscara ajuda a oferecer uma proteção maior ou menor. No caso das máscaras de tecido, procure mantê-las limpas e trocá-las quando ficarem sujas ou molhadas.

Já a máscara cirúrgica é aconselhada para profissionais da saúde e pessoas com sintomas sugestivos ou quadro confirmado. Ah, quem convive com casos suspeitos também deve utilizar!

Por último, nada adianta colocar a máscara, mas mantê-la no queixo. Ela deve proteger nariz e boca por completo. Além disso, deve vedar bem as laterais, ou seja, proteger todo o entorno da região.

Por fim, se precisar guardá-la, que seja colocada em um saco plástico limpo e descartável.

Evite levar as mãos ao rosto

Se você já está utilizando a máscara bem vedada e cobrindo os locais necessários, lembre-se também de não ficar tocando o equipamento. Se você fizer isso, todas aquelas partículas e gotículas que a máscara barrou vão parar na sua mão.

Além disso, existe uma grande preocupação apenas com nariz e boca. Será que temos que nos preocupar com outra coisa? Sim, com os olhos!

Isso porque a transmissão do vírus ocorre, claro, por vias respiratórias, mas também por meio de mucosas. É aí que os olhos entram! Diferentemente de outros vírus que causam infecções das vias aéreas, o Sars-CoV-2 também pode ser transmitido pela mucosa ocular.

E será que tem uma maneira de evitar o contágio por meio do toque?

Use álcool em gel

É agora que o álcool em gel entra em ação! Muito se diz sobre o uso da substância — que deve sim ser estimulado —, mas há pouca informação sobre o que ele faz. 

Na verdade, o álcool atua sobre as proteínas e cápsulas virais. O que ele realiza, especificamente, é a desnaturação das proteínas. Em outras palavras, é como se ele dissolvesse o vírus da superfície e… pronto, eliminado!

É importante ressaltar que são comercializados basicamente 3 tipos de álcool: saneante, cosmético e medicamentoso. Apenas os dois últimos podem ser utilizados para higienização das mãos. Já o primeiro é mais voltado para superfícies inanimadas.

Se possível, carregue um pequeno frasco com você. Quando utilizar, deixe agir por aproximadamente 20 segundos. Não se esqueça de manter o álcool em local seguro, longe do alcance de crianças e de chamas ou fogo.

Mantenha o distanciamento social

Com as medidas acima, você está fazendo tudo que é possível para proteger a si mesmo da contaminação. Agora, precisamos de uma medida coletiva: o distanciamento social.

Sabemos que a disseminação do vírus é pelo ar. Assim, as partículas virais podem permanecer nas superfícies ou serem passadas de pessoa para pessoa. Por isso, o contato pessoal deve ser desestimulado!

Imagine só quantas partículas ficariam suspensas após um espirro ou tosse. Muitas, não é? Porém, o simples ato de falar pode eliminar gotículas de saliva. Por isso, voltamos à importância do uso de máscara e do distanciamento.

Mas, afinal, qual a distância mais indicada entre duas pessoas? Idealmente, 2 metros. Por isso, busque atendimento em clínicas e consultórios que respeitem essa orientação, sobretudo nas salas de espera.

Ah, isso não se restringe às consultas, certo? Então, busque manter o distanciamento em locais públicos e privados!

Tenha atenção ao chegar em casa

Os cuidados não devem se restringir ao momento da consulta. Na verdade, continuam até quando você chega em casa. Por isso, mantenha os sapatos utilizados em um local distante dos cômodos, de preferência em uma área externa.

Faça a mesma coisa com as roupas utilizadas. De preferência, coloque-as rapidamente para lavar. Agora, é a hora da higienização corporal completa! Primeiro, lave as mãos com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos.

Depois, tome um bom banho e aproveite para lavar os cabelos. Uma dica importante é manter bolsas, carteiras, chaves e relógios em um local mais próximo da entrada. Assim, você evita carregar para dentro dos cômodos partículas estranhas.

Por fim, lembra-se de passar álcool em superfícies mais susceptíveis ao contato com o vírus, como maçanetas.  

Considere a telemedicina

Existe, ainda, uma alternativa para quem continua com receio de sair para uma consulta ou para quem é grupo de risco: a telemedicina. Essa prática foi autorizada em abril de 2020, justamente com o intuito de desafogar o sistema de saúde.

Nesse caso, as consultas são mediadas por tecnologias que permitem a comunicação entre médico e paciente. Assim, eles não precisam, necessariamente, estar em um mesmo local geográfico.

Dessa forma, o paciente consegue receber assistência médica de qualidade, mesmo sem sair de casa! Vale destacar que a prática não é feita de maneira descuidada ou isenta de normas.

Existe, por exemplo, a garantia de privacidade e uma autorização por parte do paciente para a gravação da consulta. Assim, os atendimentos devem seguir as normas preestabelecidas para resguardar profissional e pacientes.

Em suma, a telemedicina atua como uma facilitadora do acesso. Em tempos de isolamento social, é uma prática muito importante para viabilizar a assistência à saúde.

Concluímos, enfim, que é possível ir ao médico na pandemia. Para isso, basta o indivíduo colocar em prática as medidas acima para proteger a si mesmo e aqueles de convívio próximo. Portanto, não deixe de lado o autocuidado e coloque sua saúde em primeiro lugar.

Acesse e agende online uma consulta presencial ou Teleconsulta!

Escreva um comentário