Durante toda a vida, o corpo passa por transformações fisiológicas e psicológicas que precisam do acompanhamento de um profissional da saúde.

Isso, junto à turbulenta rotina de vida da maioria dos brasileiros que envolve trabalho, manter bons relacionamentos e ter uma vida saudável, faz com que os check-ups sejam importantes para ajudar as pessoas a realizarem todas essas atividades com saúde.

Os check-ups são exames de prevenção que avaliam o funcionamento do organismo. Eles servem para prevenir ou diagnosticar doenças e devem ser realizados periodicamente, tanto em homens quanto em mulheres.

Você saberia dizer quais exames de rotina são os mais importantes para sua saúde? Não? Então é hora de saber um pouco mais sobre o assunto.

Homens e mulheres com até 45 anos

Segundo o Labi Exames, rede de exames laboratoriais, para homens e mulheres com até 45 anos de idade é importante saber como está o metabolismo de gorduras, avaliar o fígado, rim e tireoide, realizar um hemograma e analisar a proteína C Reativa, responsável por se manter em concentrações elevadas no sangue em casos de inflamação ou infecções.

Para os homens acima de 30 anos, é ainda mais importante ficar de olho nas concentrações de sódio, ureia e creatinina na corrente sanguínea para evitar algumas doenças metabólicas que causam grave risco para a saúde.

No caso da ureia, por exemplo, sua alta concentração pode indicar problemas renais, hepáticos ou até mesmo indicar uma alimentação inadequada por um período de tempo exacerbado.

O mesmo vale para a creatinina, que tende a ser um importante marcador para o auxílio do diagnóstico de problemas renais. Lembrando que não só os homens se beneficiam destes exames.

Estatisticamente, mulheres costumam sofrer mais de doenças renais e, por isso, devem também se preocupar com sua saúde nesse aspecto.

Homens e mulheres acima de 45 anos

Para quem tem idade acima dos 45, o cuidado deve ser redobrado: além dos exames citados anteriormente, outros devem ser adicionados à rotina, como avaliar a vitamina D, substância que aumenta a absorção de cálcio no intestino; sangue oculto nas fezes, que busca alterações no sistema digestivo; além de fazer uma avaliação hormonal.

Além dessa rotina de exames específicos para cada idade e sexo, outros também são essenciais para a manutenção da qualidade de vida, como o do coração, o do diagnóstico da diabetes, o de medição de gordura no sangue e o check-up da tireoide. A seguir, explicamos alguns procedimentos laboratoriais.

Saúde do coração

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares lideram o número de mortes no mundo. O check-up do coração, por exemplo, avalia o funcionamento do órgão responsável por levar sangue para todo corpo e fornecer oxigênio e nutrientes. Os exames consistem em avaliar o metabolismo das gorduras, avaliação do rim — que mede a creatinina, metabolismo do açúcar, hemograma e medição do nível de quantidade de proteína C.

Controle de DST

O check-up sexual ajuda no combate de DSTs — doenças sexualmente transmissíveis. Podem ser causadas por vírus e bactérias por meio do sexo sem proteção. Aqui, enquadram-se exames de sorologia para HIV 1 e 2, sífilis e hepatites B e C.

Diabetes

O controle do diabetes auxilia na prevenção dessa perigosa doença silenciosa que pode causar complicações. Ela ocorre quando a quantidade de açúcar no sangue permanece alta por um tempo prolongado. O exame controla o metabolismo do açúcar: glicose, hemoglobina glicada e avaliação de urina.

Prevenção contra doenças assintomáticas

É importante mencionar que a realização de um check-up médico recorrente ajuda a prevenir doenças que em sua fase inicial são assintomáticas. Esse é o caso de algumas DSTs, problemas cardíacos e de várias outras comorbidades que conhecemos e que são comuns do cotidiano.

Saber identificar e diagnosticar o problema antes que ele se torne maior é a maneira mais eficaz de preservar seu bem-estar e não sofrer prejuízos fisiológicos ou funcionais ao longo da vida.

Por isso, recomendamos a conversa com um médico para saber quais são os melhores exames e preocupações do momento para descartar ou tratar de vez o adoecimento, que pode estar batendo na porta.

Para aqueles que têm histórico genético de doenças crônicas é ainda mais importante manter o acompanhamento, e é justamente sobre isso que falaremos em seguida.

A importância do monitoramento de doenças crônicas

Todos nós sabemos que a genética desempenha um importante papel na nossa saúde ao longo da vida. Porém, nem todos nós nos preocupamos em monitorar nossos riscos de maneira ativa e com frequência regular.

Para aqueles que apresentam histórico de doenças coronarianas, é sempre importante estar em contato com um cardiologista para conseguir monitorar como anda a saúde do coração. Essa preocupação deve ser ainda maior para quem já ultrapassou os 40 anos de idade — não importando o sexo.

Quem tem diabetes ou outro caso semelhante na família, o ideal é permanecer em um clínico geral. Esse profissional está completamente capacitado a diagnosticar e a tratar esse tipo de doença, podendo ainda fazer um encaminhamento para outros profissionais no caso de particularidades no quadro de saúde.

Entenda que doenças crônicas dificilmente dão algum sinal até quando algo de errado realmente aconteça. Pessoas hipertensas, apenas para citar mais um exemplo, são um caso clássico de desenvolvimento de comorbidades mais sérias que podem até mesmo levar ao óbito.

Na dúvida sobre sua saúde, entre em contato com um médico online para saber como você pode manter e até mesmo melhorar sua qualidade de vida.

Cuidar da saúde é essencial para manter uma boa qualidade de vida. Por isso, reservar um tempo periódico para a realização de exames faz parte de ter um estilo de vida saudável, que deve ser sempre encorajado e disseminado na nossa sociedade, que carece de boa parte dessas informações e bons hábitos.

Por essa razão, encorajamos que você faça sua parte e, inclusive, recomende a familiares e amigos a prática regular de um check-up médico. Não existem malefícios e a saúde de todos agradece.

Conseguiu identificar quais os exames de rotina são os mais importantes para você? Ótimo! Que tal seguir nossas redes sociais para ter acesso a mais conteúdos como este? Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn — dá uma olhada nos nossos perfis!

Escreva um comentário

Share This