O mau hálito pode ter mais de quarenta causas e o seu grande problema é apesar de não causar nenhuma doença bucal, é uma questão que afeta diretamente a autoestima do indivíduo.

Apesar de ser um problema comum entre os brasileiros, muitos não se sentem a vontade de conversar sobre o assunto devido a vergonha ou constrangimento. Por conta disso, esse é um problema que deve ser resolvido o quanto antes.

Ainda assim, é importante buscar ajuda profissional para resolver essa condição, que apesar de não causar nenhuma doença, pode indicar que algo não está funcionando de acordo com o seu organismo. 

Por esse motivo, procure por um dentista para garantir que não tenha maiores problemas bucais.

Principais causas

Em muitos casos o mau hálito está associado à má higienização bucal. Entre outras causas estão:

  • Boca seca;
  • Saburra lingual;
  • Placa bacteriana.

É importante lembrar que o mau hálito logo ao acordar é uma condição normal do nosso organismo. Isso ocorre porque ficamos um longo período em jejum, além do menor fluxo de saliva que é produzido durante o sono, causando uma maior proliferação das bactérias.

A boca seca, também conhecida como xerostomia, é uma condição que pode ser causada por diversos motivos, desde o pouco consumo de água, a respiração pela boca, como também o uso contínuo de alguns medicamentos. 

Essa condição pode causar a halitose por que a saliva é essencial para a proteção dos dentes, assim como para evitar essa maior proliferação das bactérias já existentes na boca.

Já a saburra lingual é uma camada que fica sob a superfície da língua, sendo mais facilmente notada logo após acordarmos. Exatamente por isso, é um acontecimento normal do corpo humano.

Entretanto, quando ocorre a escovação da língua, ela deve ser retirada pelo próprio atrito da escova. Esse é um acúmulo de células descamadas da boca, partículas de alimentos e bactérias. Por esse motivo, pode causar odores. 

Enquanto a placa bacteriana é uma camada pegajosa e incolor, que se forma ao redor dos dentes e na gengiva, devido às partículas de alimentos que ficam na boca. A sua remoção não depende apenas da escovação diária, mas também do uso do fio dental.

A retirada da placa bacteriana é importante não apenas para prevenir o mau hálito, mas principalmente para evitar que doenças gengivais se formem em sua boca, como a gengivite e a periodontite. Nesses casos, a ida à clínica odontológica é essencial.

Prevenção

A melhor forma de evitar a halitose é através da higienização bucal. Sendo assim, da próxima vez que você for ao dentista, pergunte ao profissional sobre a forma correta de realizar a escovação, pois isso pode fazer a diferença.

O ideal é que se utilize escovas de cerdas macias, para não causar um maior desgaste dentário devido à força utilizada durante a escovação. Além disso, é importante que o creme dental contenha flúor, pois é uma maneira de dar maior proteção aos dentes.

A escovação da língua é essencial, porém, muitas pessoas acabam por não realizá-la da maneira correta, escovando apenas a ponta da língua. Além disso, um fato que pode ocorrer com frequência é a ânsia de vômito causada pela própria escova de dente ao entrar em contato com a língua.

Entretanto, a sua escovação é muito importante exatamente para retirar a saburra lingual, garantindo que todas as bactérias e células que foram descamadas da boca sejam totalmente retiradas, evitando, dessa forma, o mau hálito.

Da mesma importância é o uso do fio dental. Isso porque, por mais eficiente que a escovação seja, ela ainda não alcança todos os lugares, principalmente entre os dentes. Apenas com o fio dental é possível retirar essas partículas, assim como a placa bacteriana que se forma.

Não esqueça de ir ao dentista

Por mais que realizemos todas as escovações da maneira indicada pelo dentista do plano odontológico como o da Ideal Odonto, ainda assim sobram partículas da placa bacteriana em nossa boca.

Para que a placa bacteriana seja totalmente retirada e não se transforme no tártaro, uma camada dura de bactérias que se forma nos dentes, é necessário realizar as limpezas especializadas que podem ser cobertas pelo plano odontológico

O ideal é que as visitas ao dentista sejam realizadas pelo menos uma vez a cada seis meses. Dessa forma, é possível garantir que todos os cuidados tomados serão os essenciais para deixar a sua saúde bucal em dia e, principalmente, longe do mau hálito.

Caso precise procurar por um novo dentista, é possível encontrá-lo através de sites de saúde que possuem profissionais da área credenciados, você consegue garantir um atendimento bom e profissionais de qualidade para que você sinta a segurança de realizar todos os seus procedimentos com ele.

Escreva um comentário

Share This