mulher descabelada se mexendo com o que causa inquietação

O que causa inquietação: 10 Explicações para a agitação!

Buscar na internet o que causa a inquietação é algo mais comum do que muitas pessoas podem imaginar. De fato, inúmeros são os indivíduos que sofrem com essa agitação, que pode ocorrer tanto na mente quanto no corpo. Em geral, esse tipo de distúrbio está relacionado à saúde do paciente, tanto física quanto psicológica. Dessa forma, o mais indicado é pesquisar pela causa de tal inquietude para buscar o tratamento adequado.

Se você também se preocupa sobre o que causa a inquietação, confira os parágrafos a seguir. Neles, poderá verificar 10 das principais causas para essa situação e, assim, analisar qual mais se encaixa com seu caso.

O que é a inquietação?

De forma bastante simples, pode-se descrever a inquietação como uma atividade desordenada. No ambiente médico, esse é tido como um distúrbio que causa alterações no comportamento, envolvendo nervosismo e excitação. Na prática, o indivíduo se apresenta inquieto, tenso e irritável, o que pode ser um incômodo para ele e para as pessoas próximas.

mulher em desesperada e inquieta frente ao computador

Tal conduta pode ser percebida em crises pontuais ou no cotidiano do paciente, a depender do que causa a inquietação. Em determinados casos, há justificativas físicas, enquanto em outras esta é proveniente de condições psicológicas. Se faz preciso destacar, entretanto, que este não costuma ser um sintoma isolado, sendo seguido de outros sinais. Dessa forma, uma análise completa pode auxiliar no diagnóstico.

O que causa a inquietação nas pessoas?

Como explicado no tópico acima, diversos são os fatores que podem ser causadores dessa agitação. Por conta disso, se faz preciso compreender a realidade do indivíduo para determinar o que causa a inquietação e como tratá-la. Com isso em mente, a seguir você poderá conferir 10 dos principais fatores que auxiliam no surgimento de tal comportamento.

01. Alimentação irregular

Não é novidade alguma que a forma como alguém se alimenta interfere diretamente em seu comportamento. No caso da inquietação, isso é bastante claro, em especial após ingerir determinadas substâncias. Bebidas ricas em cafeína são um bom exemplo disso, bem como uma ingestão desproporcional de açúcar, energéticos e outros pratos que deixem o indivíduo em estado de alerta.

uma mulher segurando um donut representa o que causa inquietação

Tomar cuidado com seus hábitos alimentares se apresenta, portanto, como uma maneira interessante de diminuir essa agitação. A visita a um nutricionista pode, da mesma forma, auxiliar nessa recuperação.

02. Excesso de energia

Algumas pessoas contam com mais energia que outras, e isso é natural até certo ponto. O que acontece, em alguns casos, é que essa energia a mais precisa ser dissipada e, assim, gasta. Ao ficar muito tempo parado, tais indivíduos tendem a apresentar certa agitação, em especial nas pernas e mãos.

uma pessoa pulando toda de jeans pode representar agitação

Nesse tipo de situação em que o que causa a inquietação é o próprio corpo, o mais indicado é gastar a energia com atividades físicas. Musculação, esportes ou mesmo uma boa limpeza na casa podem ajudar. Profissionais de educação física podem ser consultados, bem como outros especialistas, para tratar do distúrbio.

03. Uso de medicamentos

Da mesma maneira que podem te beneficiar em diversos aspectos, os medicamentos também podem ter efeitos colaterais. Um destes é, justamente, a inquietação, que pode decorrer do uso de determinados remédios. Essa situação, porém, depende muito do fármaco utilizado e do organismo do próprio paciente.

pílulas e cápsulas de remédio como o que causa inquietação

Por conta disso, esse é um diagnóstico mais complicado, e que deve passar por alguns testes com outras possibilidades para verificar a mais interessante. O ideal, então, é se consultar com seu médico, informá-lo de tal comportamento e analisar, junto a ele, outras opções disponíveis.

04. Vício em drogas

Assim como os remédios, as drogas ilícitas podem ter efeitos diretos na agitação do usuário. Aqui, diversos são os exemplos que causam tal comportamento, como é o caso da cocaína. Algumas outras drogas, lícitas porém, podem ter efeito semelhante, como o próprio álcool.

um copo de whiskey sendo colocado na mesa de forma agitada

Esse é, na realidade, o que causa a agitação momentânea em diversas situações, em especial entre os mais jovens. Dessa forma, o mais indicado é tratar o vício de acordo com o que se averigua dos efeitos que ele traz ao seu corpo.

05. Processo de abstinência

Se livrar de um vício não é uma tarefa fácil e, mais do que seus efeitos psicológicos, há também os físicos. A agitação, portanto, é um sintoma comum em usuários que estão no processo de abstinência, ou seja, estão se livrando de seu vício.

algo que causa inquietação é a abstinência de cigarro, drogas ou álcool

A falta de tais substâncias pode causar irritabilidade, bem como a inquietação, representando que o corpo apresenta uma carência destes. Não à toa, este deve ser um processo com acompanhamento profissional, justamente para tratar de seus efeitos.

06. Depressão

Quando se fala no que causa a inquietação, muitas vezes o foco se encontra somente nas evidências físicas de tal impaciência. O que ocorre, entretanto, é que existe também a inquietude mental, tão maléfica quanto a material. Aqui, os pensamentos do indivíduo não param, sendo este um sintoma comum de um quadro depressivo.

homem depressivo em frente à janela como sinal de agitação mental

O tratamento para tal distúrbio depende muito do quadro do paciente. De acordo com este, pode ser mais interessante o tratamento junto a um psicólogo, um psiquiatra ou os dois.

07. Ansiedade

Seguindo a mesma lógica da depressão, a ansiedade é uma doença mental em alta no século XXI. Neste caso, porém, o que se vê é uma inquietação tanto física quanto mental, facilmente diagnosticada ao analisar o paciente.

anxiety, ansiedade em inglês, pode ser o que causa inquietação em muitos pacientes

Novamente, o quadro deste irá definir o melhor tratamento, que pode seguir o que foi dito acima. Há, porém, soluções naturais que podem acalmar o indivíduo ansioso e melhorar sua qualidade de vida, como é o caso dos óleos essenciais, chás e meditação.

08. TDAH

Ao ver uma pessoa agitada, é comum que alguém por perto logo a chame de hiperativa. A verdade, entretanto, é que esse é um diagnóstico médico que pode, sim, ser o que causa a inquietação. Sigla para o Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, o TDAH afeta de 5% a 8% das crianças no Brasil.

uma criança com TDAH pode apresentar casos de agitação e inquietude

Aqui, a situação é semelhante ao excesso de energia, em que o paciente fiz eufórico, mas há também a adição da falta de atenção. Em geral, este é um quadro identificado ainda na infância, em especial pelo comportamento da criança na escola.

09. Alzheimer

Outra doença que pode influenciar na agitação de um indivíduo é o Alzheimer, ainda que poucos saibam disso. De fato, pacientes com este diagnóstico apresentam uma tendência a se mostrarem inquietos, principalmente quando estão com sede, fome ou dores.

um idoso com a mão no queixo como forma de se acalmar e aquietar

O ambiente externo também pode afetar tais sintomas, em especial quando com tédio, ansiedade ou estresse. Neste caso, o mais indicado é buscar pelo profissional que trata do paciente e verificar o que deve ser feito para amenizar ou solucionar tais sintomas.

10. Esquizofrenia

Por fim, outro distúrbio que poder o que causa a inquietação é a esquizofrenia, que afeta cerca de 2 milhões de brasileiros de acordo com o Ministério da Saúde. Entre suas classificações, o tipo mais comum é a esquizofrenia paranoide, a qual apresenta essa agitação na pessoa.

a esquizofrenia é um transtorno que pode causar inquietação e outros problemas

Geralmente, esta vem seguida de alucinações, delírios e outros sintomas característicos da doença. Novamente, o ideal é verificar junto a um especialista a melhor maneira de agir em tais situações, bem como buscar um tratamento condizente.

Como saber o que causa a inquietação?

Por conta do estilo de vida agitado e estressante da sociedade atual, descobrir o que causa a inquietação de alguém não é simples. Como pôde ser visto acima, inúmeras são as justificativas para esse comportamento. Felizmente, porém, há tratamentos que podem acabar ou amenizar esses sintomas. Assim, o mais indicado é buscar por especialistas altamente capacitados a fim de descobrir o real diagnóstico.

Tem problemas com inquietação ou conhece alguém que tenha? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores especialistas. Agende uma consulta com um de nossos psicólogos ou psiquiatras para descobrir o que fazer.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.