|

O que é Estética Orofacial e quais tratamentos ela oferece?

Atualmente a odontologia está expandindo em uma velocidade absurda. Antes, ela era ligada apenas a tratamentos odontológicos, mas agora com as evoluções odontológicas, ela caminha lado a lado com a estética, não se restringindo apenas aos dentes, mas tratando o paciente em relação à saúde e o bem-estar geral.

A estética orofacial, (também conhecida como harmonização orofacial), tornou-se uma das realidades em relação à estética no consultório dos dentistas que passaram por uma capacitação, deixando-os aptos para que eles possam tornar os traços da face mais equilibrados sem interferir nas funções básicas da cavidade oral. Afinal, nos dias de hoje muitas pessoas desejam e buscam, além de um sorriso bonito e branquinho, ter um rosto mais harmônico, e a harmonização orofacial tem essa função.

Parece interessante? Então, veja a seguir mais informações sobre este procedimento:

Para o que serve a estética orofacial?

A harmonização orofacial é uma parte da odontologia que se encarrega de fazer a harmonia e o restabelecimento das funções orais, tanto mastigatória como respiratória.

Por meio da remodelagem óssea, correção da postura dos músculos faciais e correção da respiração, o profissional consegue proporcionar harmonia dental e funcional, além do rejuvenescimento facial.

O objetivo dessa especialidade odontológica junto com a estética é:

  • Restauração da mastigação;
  • Diminuir as dores de cabeça e na articulação da mandíbula;
  • Estimular a respiração pelo nariz;
  • Melhorar as alergias e a apneia do sono;
  • Corrigir a mordida e a posição dos dentes;
  • Aumentar o sucesso da colocação de implantes.

Atuação do dentista no ramo

Ao atuar neste ramo de estética orofacial e com a harmonização orofacial, o cirurgião dentista deve passar por uma pós-graduação ou especialização. Nesses cursos o profissional aprende não só harmonização orofacial, mas também diversos procedimentos que podem ser feitos.

Sendo assim, juntamente com as técnicas, o dentista deve comandar as recomendações e as contraindicações de cada procedimento, ter a clareza de explicá-los ao seu paciente e passar a segurança no momento de executá-los.

Procedimentos realizados na odontologia junto com a estética

Existem inúmeras técnicas que podem ser utilizadas nessa área além da harmonização orofacial, entre eles, alguns procedimentos buscam a estética e recuperação da juventude, já outros, aprimorar algumas funções básicas que foram perdidas ao longo do tempo.

Alguns métodos utilizados são: aplicação de toxina botulínica, o famoso botox, é uma neurotoxina utilizada em casos de assimetria facial, rangimento ou apertamento dos dentes, dores de cabeça que são causadas por tensão e eliminação de rugas. Essa técnica pode ser aplicada em pessoas que mostram muito a gengiva ao sorrir.

Fios de dermosustentação e preenchimento com ácido hialurônico, essas duas técnicas sustentam melhor o preenchimento e sustentação de partes do rosto, melhoram a estética orofacial e promovem a simetria da face. Já o ácido hialurônico, é uma substância produzida pelo nosso próprio corpo, então não causa quaisquer problemas.

Bichectomia é uma cirurgia simples em que a recuperação é rápida. Ela é responsável pela retirada de acúmulos de gordura que são localizados embaixo da maçã do nosso rosto. Esse procedimento é indicado para pessoas que mordem as bochechas ao dormir, além de deixar o rosto mais alongado e dar efeito de blush, as mulheres amam esse procedimento.

Já a harmonização orofacial, vamos esclarecer um pouco mais sobre esse procedimento que está em alta e, agora também pode ser encontrada em clínicas odontológicas.

A harmonização proporciona um equilíbrio entre a relação estética e funcional tanto do sorriso, quanto do rosto do paciente. É um procedimento que corrige a assimetria e melhora as proporções faciais, garantindo um aspecto rejuvenescido da região. Além de cuidar do bem-estar e saúde, também aumenta a autoestima do paciente.

Mas antes do procedimento ser realizado, o cirurgião dentista faz uma avaliação das estruturas do rosto, do sorriso, das arcadas dentárias e também das principais queixas do paciente. Sendo assim, com todas essas informações, o dentista consegue propor ao paciente um plano mais personalizado que engloba tratamentos dentários e faciais, proporcionando mais comodidade à pessoa em questão.

Como é feito o procedimento de harmonização orofacial?

O procedimento de harmonização orofacial depende muito da preferência de cada pessoa e a partir disso, a dúvida de muitas delas é se o procedimento pode ser feito apenas com toxina botulínica. Porém, a resposta é não.

Mas por quê?

É que apesar da toxina botulínica ser a substância mais usada na harmonização orofacial, ela não é a única alternativa de utilização, já que também podem ser utilizados ácido hialurônico, bioestimuladores, plasma rico em plaquetas, fios de sustentação e fios PDO.

No entanto, a toxina vai muito além da estética, pois proporciona muitos benefícios para a saúde bucal. Ela é frequentemente utilizada, a fim de suavizar rugas e linhas de expressão e com o grande avanço dos estudos clínicos, atualmente podemos ter um número maior de indicações com a toxina.

E por fim, a harmonização orofacial. Um procedimento que promove a autoestima e bem-estar dos pacientes, o grande motivo de estar tão em alta. Ainda mais agora que em clínicas odontológicas também prestam serviços estéticos como a harmonização orofacial.

Todos os procedimentos citados são apenas alguns exemplos de harmonização orofacial, mas nos dias de hoje existem muitas novidades no mundo da odontologia e que podem te ajudar a ter mais qualidade de vida, além de elevar o seu bem-estar e autoestima. Basta procurar o seu profissional de confiança e ver qual o melhor procedimento para promover a saúde em você.

Geralmente, os procedimentos de harmonização orofacial são confiáveis e seguros, mas ainda assim é importante procurar um profissional qualificado. Afinal, quando o assunto é a nossa face temos que sentir total segurança em qualquer procedimento, não é mesmo?

Também não esqueça do seu dentista!  Ele é quem irá fazer uma avaliação para saber se o você precisa de algum tratamento ortodôntico antes de realizar o procedimento de harmonização facial.

Agora que você conhece um pouco mais sobre harmonização orofacial, é só marcar uma consulta com um bom profissional e descobrir qual é o tratamento mais indicado a você. E não vale esquecer, todos os procedimentos só serão seguros se realizados por um especialista.

Produtora de Conteúdo do Clínica Ideal  

Naymara Ribeiro

Histórias recentes

Postagens similares

4 Comments

  1. Joana Pereira disse:

    Amei essa ideia vou fazer uma avaliação estou com uns problemas no rosto ele está inchado na área do maxilar
    Já estou com vergonha de como ficou meu rosto

  2. Boa noite, vocês ficam no Amazonas?

  3. Equipe Boa Consulta disse:

    Olá, como vai Joana?
    Ficamos muito felizes em poder ajuda-la.
    Se você estiver procurando um especialista, aqui no BoaConsulta você encontra os(a) melhores Fisioterapeutas Orofaciais,

  4. Equipe Boa Consulta disse:

    Olá, como vai Iliana?

    O BoaConsulta é uma plataforma que reuni profissionais de saúde em todo o Brasil, inclusive no estado do Amazonas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.