O que é o Dermatologista? A primeira coisa que deve vir a sua mente diante dessa pergunta é a pele. Esse é o médico especialista no cuidado desse, que é o maior órgão do corpo.

Você sabia que existem mais de 3 mil enfermidades dermatológicas? São dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Essas doenças podem afetar pessoas de todas as idades e vão das mais simples às mais complexas.

Em todo caso, é o dermatologista quem fará o diagnóstico, o tratamento e ainda atuará na prevenção dessas enfermidades que afetam o tecido cutâneo, as mucosas, as unhas e os cabelos.

Para atuar na área é necessária graduação de 6 anos em medicina e residência médica em dermatologia.

Vamos entender melhor a atuação desses profissionais? Descubra o que é o dermatologista, o que faz e como pode nos ajudar.

O que é o Dermatologista?

O dermatologista é o médico especialista no cuidado das doenças que afetam a pele e seus anexos de maneira geral. Além de orientar quanto a cuidados gerais com a pele, esses profissionais estão capacitados a solucionar problemas estéticos e a trabalhar para a manutenção da beleza e da saúde desse tecido em crianças, adultos e idosos.

Anteriormente falamos que existem mais de 3 mil doenças dermatológicas, você conseguiria pensar em pelo menos uma? Elas são mais comuns do que imaginamos. Que tal alguns exemplos?

Esses são apenas alguns casos, o dermatologista também está habilitado para tratar doenças na mucosa, ou seja, aquelas que afetam boca, lábios, gengiva, língua e as genitais. Assim, devemos incluir em sua expertise o trato e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) e doenças venéreas.

Quanto a tratamentos estéticos, podemos citar os peelings químicos e físicos, preenchimentos, aplicação de toxina botulínica, microagulhamento, dentre muitos outros. Tais procedimentos são úteis para o controle dos sinais de envelhecimento (manchas, rugas e flacidez), redução de cicatrizes, trato de estrias, celulite e gordura localizada, etc.

Como você pode ver, sua atuação é vasta e envolve estruturas complexas. Por isso, é necessário além de ser médico, realizar especialização na área, como veremos a seguir. 

O que é preciso para se tornar um Dermatologista?

Primeiramente, precisamos lembrar que o dermatologista é formado em medicina, ou seja, é médico. Após seis anos de estudo em período integral, é necessária a realização de um curso de especialização ou residência médica em um Serviço Credenciado à Sociedade Brasileira de Dermatologia, que pode durar de três a quatro anos.

Durante o tempo de especialização, os médicos têm a oportunidade de entrar em contato com pacientes com todo tipo de doença de pele, sempre acompanhados por alguém já formado na área.

Assim, desenvolvem familiaridade com tratamentos clínicos, cosmiátricos, laser, oncológicos e cirúrgicos que envolvam esse tecido e seus anexos. Dessa forma, torna-se apto a diagnosticar e a tratar enfermidades dermatológicas.

Após esse período de especialização, o profissional deve se registrar no Conselho Federal de Medicina (CFM) como especialista em Dermatologia para que seja oficialmente reconhecido.

Quando procurar um Dermatologista?

Agora que você já sabe o que é o dermatologista, vamos entender quando procurar um profissional da área. Como vimos, o especialista atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de condições que afetam a pele, a mucosa, as unhas e os cabelos.

A consulta com o dermatologista é indicada para pessoas de todas as idades, de adultos a idosos, inclusive, você não precisa esperar que apareçam alterações nesse tecido para visitar o especialista.

Assim como você provavelmente faz com outras especialidades, é importante consultar um dermatologista de forma periódica, pelo menos uma vez no ano caso você não tenha nenhum sinal de patologia. Os check-ups são essenciais para garantir sua saúde, ajudam na prevenção de doenças e no diagnóstico precoce, importante para evitar complicações.

Porém, existem alguns sinais de que é hora de buscar ajuda. Geralmente, quando há algum tipo de alteração nesses tecidos, sejam elas de origem estética, alérgica, infecciosa, autoimune, etc.

Feridas nas mucosas, lesões nos lábios, na parte interna das bochechas, nas gengivas, na língua e na região genital, também são motivos para procurar um dermatologista. Bem como o desejo de cuidar melhor da sua pele, driblar os sinais da idade ou recuperar a sua beleza.

Quais são os principais motivos para agendar uma consulta com Dermatologista?

Existem alguns sintomas comuns de distúrbios na pele que indicam a necessidade de consultar um dermatologista, veja:

  • Cravos, espinhas e acne
  • Manchas vermelhas
  • Coceira
  • Descamação da pele
  • Pele muito sensível ou ressecada
  • Excesso de oleosidade
  • Queimadura solar de grande extensão
  • Unhas fracas, manchadas ou com alterações de cor e formato
  • Celulite
  • Estrias
  • Rugas e flacidez
  • Queda de cabelo em homens e mulheres
  • Suor excessivo
  • Suor com odor desagradável
  • Excesso de pelos em homens e mulheres
  • Descamação e coceira no couro cabeludo
  • Cistos, lipomas e outros tipos de nódulos
  • Quelóides
  • Lesões e feridas com pus
  • Pintas e manchas suspeitas de malignidade
  • Feridas que sangram facilmente e não cicatrizam

Dermatologista e procedimentos estéticos

Muitas pessoas procuram o dermatologista por questões estéticas, o que também faz todo sentido, já que, como vimos, o especialista é capaz de realizar diversos procedimentos estéticos que recuperam a beleza da pele. Além disso, ele é a pessoa ideal para recomendar os melhores produtos para o seu tipo de pele, como protetor solar, hidratante, sabonete e até mesmo itens de maquiagem.

No que se trata de procedimentos estéticos dermatológicos, os mais procurados são:

Preenchimento Facial

O preenchimento facial é indicado para suavização de rugas, dobras e marcas de expressão, para aumentar os lábios, atenuar olheiras e tratar cicatrizes. As substâncias utilizadas nesse tipo de procedimento, na maioria das vezes o ácido hialurônico, são análogas a compostos do próprio organismo, hidratam profundamente a pele, recuperam seu volume e estimulam a produção de colágeno.

Peelings

Peeling é o nome dado aos procedimentos que promovem renovação da pele com descamação. O tratamento realiza a remoção das camadas mais superficiais da pele, processo que pode se dar por meio do uso de um produto químico, físico ou laser.

Dentre os benefícios, promove uma destruição controlada da epiderme, removendo lesões superficiais e estimulando a renovação celular, ou seja, há formação de um novo tecido, mais firme e jovial.

Toxina Botulínica

Mais conhecida pelo nome da marca Botox, a toxina botulínica é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Essa substância atua inibindo e bloqueando a contração muscular, o que não só trata como também previne a presença de rugas indesejadas na região da face e do pescoço.

Microagulhamento

Microagulhamento, também conhecido como Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas, é um procedimento dermatológico estético onde agulhas são utilizadas para estimular a produção de colágeno com fim de tratar as imperfeições da pele. A terapia é indicada para controle da acne, estrias, melasma, além de ser útil no trato de cicatrizes, da flacidez e da calvície.

Como encontrar o melhor profissional?

A procura por dermatologistas cresce a cada ano no Brasil, fica fácil entendermos o porque quando falamos sobre o que é o dermatologista. A especialidade é responsável por uma grande variedade de doenças e ainda oferece procedimentos com finalidades estéticas, que estão super em alta atualmente.

Contudo, é sempre importante que você procure um profissional experiente e capacitado. Como encontrar um bom dermatologista?

Pesquise as especializações do médico

Como vimos, para se tornar um dermatologista o médico deve passar por uma especialização e realizar o seu registro no Conselho Federal de Medicina. Sendo assim, não deixe de checar a formação do profissional em questão, procure saber sobre os cursos e as especializações realizadas e veja se de fato ele está preparado para atender.

Procure saber sobre as experiências do profissional

É importante que você se certifique que o médico que você pretende consultar tenha experiência com a sua condição. Por exemplo, suponhamos que você esteja a procura de alguém para te auxiliar no combate a acne, o ideal é procurar um especialista no assunto. Bem como, se o caso for de controlar a calvície, ou qualquer outro problema.

Procure saber se o profissional tem conhecimento e experiência no segmento.

Verifique o feedback de pacientes

Hoje ficou muito fácil encontrar opinião das pessoas sobre qualquer serviço, inclusive sobre atendimento médico. Você pode pesquisar pelo nome do médico ou da clínica e checar o que andam dizendo sobre o médico nos comentários do Google Meu Negócio.

Em nossa plataforma você também encontra feedbacks de pacientes, assim poderá comparar os comentários entre os médicos e escolher aquele que mais agradar a você. Clique aqui e encontre um profissional dermatologista na sua região.

A consulta com Dermatologista

Muitas pessoas se sentem ansiosas antes da consulta médica, mas não há com o que se preocupar. Geralmente o dermatologista começa com algumas perguntas sobre seu estado de saúde, seu histórico familiar e os motivos que te levaram a procurá-lo.

Em seguida é realizado o exame físico, onde o profissional irá analisar e observar a pele de maneira geral, as unhas, os cabelos e as mucosas do paciente, em especial na área onde a queixa for apresentada.

Podem ser necessários exames laboratoriais para complementar o diagnóstico.

Normalmente é indicado o tratamento, que pode incluir medicamentos tópicos, orais e algumas mudanças de hábito, e em seguida é agendada uma consulta de retorno para acompanhamento.

Escreva um comentário