Para que serve o dermatologista? Esta é a pergunta que responderemos ao longo deste artigo. A resposta é complexa, já que essa especialidade médica é a responsável por diagnosticar e tratar todo tipo de afecção que afeta o maior órgão do corpo, a pele, e seus anexos. 

Para que serve a consulta com dermatologista?

A consulta com o dermatologista pode ter caráter preventivo ou tratativo. No primeiro caso, geralmente o atendimento visa orientar ao paciente sobre como cuidar melhor da saúde da sua pele, unhas e cabelos, prevenindo doenças ou mesmo complicações de quadros já presentes. 

São mais de 3 mil doenças dermatológicas que afetam a pele de crianças, adultos e idosos.

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Quando se trata de questões patológicas, o dermatologista irá realizar um estudo completo do caso, o que inclui uma anamnese completa, onde o médico irá realizar questionamentos em relação à queixa e ao estilo de vida do paciente, e um exame físico da pele. 

As queixas mais frequentes em consultórios dermatológicos são acne, vermelhidão, alergias e queda de cabelo. 

Nesses casos, a primeira coisa a se fazer é identificar o que está causando os sintomas. Para isso, podem ser necessários alguns exames laboratoriais, como de sangue, cultura e biópsia.

A partir do diagnóstico do distúrbio, o médico realiza a orientação a respeito do tratamento, que pode incluir uso de medicamentos tópicos, orais, dentre outras terapias, e até mesmo uma ação multidisciplinar. 

Não poderíamos falar sobre para que serve o dermatologista sem lembrar dos cuidados estéticos com a pele. A dermatologia estética tem se popularizado cada vez mais por seus resultados surpreendentes. Os dermatologistas são muito procurados por pessoas que desejam minimizar os sinais do envelhecimento ou conter o envelhecimento precoce da pele, tratar celulites e estrias, etc. 

Principais doenças tratadas pelo dermatologista

Para entendermos melhor para que serve o dermatologista falaremos sobre algumas das principais doenças tratadas por esse especialista. 

Acne

Popularmente conhecida como espinha, a acne é um problema dermatológico frequente, em especial durante a adolescência. Se trata de um distúrbio inflamatório crônico, e acomete a face, o tórax e as costas principalmente. 

Além do tratamento da própria acne, o especialista também trata as lesões e cicatrizes provocadas pela doença.

Câncer de Pele

A exposição solar intensa, o bronzeamento artificial, dentre diversos outros fatores explicam a alta incidência do câncer de pele entre os brasileiros. Os principais tipos da doença são o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma.

O dermatologista é a pessoa certa para te orientar sobre como prevenir o câncer de pele, quais cuidados tomar e com quais sintomas se preocupar. 

Além disso, o especialista atua em conjunto com o oncologista do diagnóstico ao tratamento desta patologia. 

Alergias

As alergias de pele são comuns e se dividem de acordo com suas causas. Em geral, os sintomas do distúrbio incluem vermelhidão, coceira e a formação de pequenas vesículas. 

Dentre os tipos mais comuns de alergias, podemos citar a dermatite atópica, a disidrose, o eczema asteatósico, o eczema ou dermatite de contato e a dermatite seborreica. 

O acompanhamento médico é essencial para identificação do agente alergênico e para o controle do distúrbio, que perpassa o afastamento total do agressor. 

Foliculite

A foliculite caracteriza-se pela infecção superficial dos folículos pilosos, que leva ao aparecimento de bolinhas avermelhadas, algumas delas com produção de pus. 

Usar roupas justas, tecidos sintéticos, depilação, ou mesmo ter a pele mais espessa são fatores de risco para o problema. 

Em todo caso, o dermatologista é quem irá analisar o quadro, diferenciar esse de outros sintomas e orientar quanto ao tratamento. 

Hiperhidrose

Hiperhidrose, ou excesso de suor, é uma doença séria, em especial devido às consequências sociais provocadas, que prejudicam a qualidade de vida do paciente. 

As áreas do corpo mais afetadas são as axilas, as mãos e os pés. O tratamento é bastante eficaz, e pode incluir medicações tópicas, sistêmicas, aplicação de toxina botulínica e cirurgia. 

Micoses

As micoses são bastante comuns e geralmente são simples e fáceis de tratar. São doenças infecciosas causadas por fungos e podem ser transmitidas pelo contato entre pessoas ou uso compartilhado de objeto.

Os locais mais acometidos são os pés, a virilha e as unhas. O tratamento se baseia em mudanças de hábitos e uso de medicamentos antifúngicos específicos, tópicos e orais. 

Melasma

O melasma também é uma doença tratada pelo dermatologista. O distúrbio leva ao aparecimento de manchas acastanhadas no rosto, colo e braços. Normalmente está associado ao aumento do estímulo a melanócitos, que são as células responsáveis pela produção do pigmento da pele. 

Embora tenha causa desconhecida, sabe-se que ter histórico familiar para o problema e expor-se ao sol em excesso sem proteção é fator de risco. O tratamento inclui clareadores tópicos, peeling químico, dentre outros procedimentos realizados no próprio consultório médico. 

Psoríase

A psoríase é uma doença de pele inflamatória não contagiosa que pode afetar pessoas de todas as idades. Além da pele, o distúrbio pode atingir as unhas, o couro cabeludo e as articulações. 

Se trata de um problema multifatorial, com um importante componente genético. Estresse, medicamentos, frio e infecções podem desencadear crises. 

O tratamento é individualizado e será orientado pelo dermatologista após estudo do caso. 

Queda de Cabelo

Sem dúvidas uma das queixas mais comuns em consultórios dermatológicos. A queda de cabelo pode ter relação com diversos fatores, dos mais simples, como estresse e ansiedade, a doenças sistêmicas e desequilíbrios hormonais que irão exigir um maior cuidado. 

As principais causas de queda são as alopecias não cicatriciais: a alopécia androgênica (ou calvície), a alopecia areata e o eflúvio telógeno.

Quanto antes for diagnosticado o problema, mais fácil e efetivo o tratamento. Atualmente, graças a técnicas modernas de tratamento, é possível não só evitar a queda como recuperar os fios já perdidos. 

Rosácea

A rosácea é uma doenças crônica. Seus principais sintomas são vermelhidão, pele seca e sensível, vasinhos aparentes, pápulas e “flushes”, que são rubores repentinos. 

O problema exige cuidados especiais ao longo de toda a vida, o que inclui o uso de cremes e sabonetes adequados, conforme orientação médica. Medicamentos via oral e tratamento a laser também podem ser prescritos. 

Unhas 

Alterações de coloração e textura das unhas podem indicar diversas condições clínicas, que também são de responsabilidade do dermatologista. Unhas fracas, descamando, quebradiças ou manchadas sinalizam a necessidade de uma consulta médica. 

Verrugas Virais

As verrugas virais são lesões benignas causadas pelo vírus HPV. O quadro é facilmente reconhecível, e é marcado pelo aparecimento de pápulas de superfície esbranquiçada e áspera.

A condição pode aparecer em qualquer parte do corpo e em pessoas nas mais diversas faixas etárias. É importante ressaltamos ainda que a doença é facilmente transmissível pelo contato, por isso, pode ser levada de uma parte do corpo a outra. 

O tratamento dependerá da avaliação feita pelo dermatologista, e varia entre medicamentos de uso tópico e crioterapia. 

O dermatologista e os tratamentos de beleza

Além de cuidar da saúde da pele e de seus anexos, esse especialista também é o responsável por cuidar da sua estética. Por isso, não poderíamos falar sobre para que serve o dermatologista sem compartilhar alguns exemplos de tratamentos estéticos realizados por ele. 

Quem não quer manter a pele jovem, viçosa e bonita? Driblar a flacidez, e minimizar celulites, estrias e cicatrizes também são bons motivos para procurar um profissional da área da dermatologia. Contudo, é sempre importante que você procure um profissional experiente e capacitado.

Microagulhamento

Microagulhamento, também conhecido como Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas, é um procedimento dermatológico estético onde agulhas são utilizadas para estimular a produção de colágeno com fim de tratar as imperfeições da pele.  

A terapia é indicada para controle da acne, estrias, melasma, além de ser útil no trato de cicatrizes, da flacidez e da calvície. Para cada finalidade há uma técnica, bem como tipos de agulhas específicos.

Preenchimento com ácido hialurônico

O procedimento consiste na aplicação de uma determinada substância, na maioria dos casos ácido hialurônico, a uma região da pele. Esse tratamento é indicado para suavização de rugas, dobras e marcas de expressão, para aumentar os lábios, atenuar olheiras e tratar cicatrizes.

O composto aplicado, além de recuperar o volume perdido pelo avanço da idade, estimula a produção de colágeno, um importante componente estrutural desse tecido. 

Toxina Botulínica 

A toxina botulínica é aplicada diretamente sobre a área tratada, mais especificamente nos músculos subjacentes a ela. A substância, quando em contato com o músculo, inibe gradativamente suas contratações, dando a pele um aspecto mais uniforme e jovial.

Quanto a sua aplicação terapêutica, o tratamento é indicado para reposicionamento das sobrancelhas, e para o tratamento de certos distúrbios como transpiração excessiva, espasticidade, distonias, cefaleias tensionais e enxaquecas.

Peelings

Peelings são procedimentos estéticos de remoção das camadas mais superficiais da pele, processo que pode se dar por meio do uso de um produto químico, físico ou laser. 

Por removerem as camadas mais externas da pele, causam uma reestruturação desse tecido. São muito indicados para pessoas que buscam por tratamentos de rejuvenescimento da pele, para o tratamento de manchas como o melasma, de cicatrizes de acne e também da flacidez. 

Agora que você já sabe para que serve o dermatologista, as principais doenças tratadas e os procedimentos estéticos de responsabilidade deste especialista, nós podemos ajudar na busca por este profissional na sua região.

Encontre um dermatologista de sua confiança e agende agora mesmo a sua consulta!

Escreva um comentário