Cada vez mais as pessoas têm se preocupado em cuidar da saúde, como uma maneira de manter a boa qualidade de vida durante muitos anos, inclusive na terceira idade — o que, por muito tempo, não chegava a ser uma grande preocupação.

Por esse motivo, os avanços tecnológicos na área da saúde têm se sobressaído cada vez mais, dando a oportunidade de tratamentos e procedimentos que consistem com as vontades e as necessidades dessa população.

Entretanto, é necessário criar a consciência de que precisamos cuidar de qualquer área da saúde, mas, principalmente da boca, desde a infância. Dessa forma, a conscientização das crianças sobre os benefícios da higienização bucal serve como uma prevenção, pela probabilidade mais baixa de que essas pessoas cheguem na fase adulta com graves problemas odontológicos.

Considerando, então, que a saúde da boca é importante durante toda a nossa vida, é possível pensar em maneiras de não fazer com que isso se torne um fardo muito grande. Uma dessas é o plano de saúde odontológico, pela praticidade.

Saúde bucal na infância

Todos os pais sofrem uma grande pressão sobre o que deveriam ensinar para as suas crianças, quais são os seus hábitos e costumes que desejam passar para os seus filhos, para que eles tenham as oportunidades, como também os cuidados necessários por toda a vida.

Um desses cuidados, que deveria ser considerado essencial, é o da boa higienização bucal, permitindo que os seus dentes cresçam saudáveis e que, dessa forma, não atrapalhem em questões essenciais a vida humana, como a mastigação e a fala.

Por esse motivo, é importante acostumar, desde cedo, as crianças com idas rotineiras ao dentista, pelo plano de saúde odontológico, permitindo que essa não seja uma experiência traumática, mas sim normal.

O ideal é levar o bebê ao consultório odontológico assim que os primeiros dentes começarem a nascer, o que varia entre os 6 meses até o primeiro ano, nos casos mais tardios.

Assim que aparecem os dentes, já é possível escová-los. Desde que eles desenvolvem as funções motoras, é possível ensiná-los como fazer, de forma dinâmica e motivacional, mas sendo necessário acompanhamento para garantir que eles estão fazendo da maneira correta.

Dessa forma, ao ensinar desde cedo os hábitos da higiene bucal, há grandes chances de que isso pertença ao longo da  rotina da criança, permanecendo durante toda a sua vida.

Isso é extremamente benéfico para o adulto que essa criança irá se tornar. Com a preocupação da saúde da boca desde cedo, a probabilidade de surgir problemas graves, como cáries e gengivites são pequenas, mesmo na terceira idade, quando a funcionalidade do corpo pode tornar-se insuficiente.

Os principais problemas odontológicos que podem surgir durante a infância são:

  • cárie de mamadeira;
  • perda do dente de leite de maneira não natural;
  • mau posicionamento dos dentes pelo uso excessivo de mamadeiras e chupetas.

Saúde bucal na terceira idade

As chances de uma pessoa que não possui o plano de saúde odontológico cuidar com eficiência da saúde da boca são poucas, principalmente pela necessidade de ir ao dentista pelo menos duas vezes no ano, sendo uma vez a cada seis meses.

Por esse motivo, muitas pessoas chegam a fase adulta com algumas deficiências em relação aos cuidados da saúde com a boca, inclusive muitas vezes realizam a escovação da maneira incorreta durante toda a sua vida.

Isso afeta diretamente nas doenças que podem surgir na boca. Afinal, na terceira idade outros problemas podem influenciar diretamente, como uma menor produção salivar, a perda gradual de cálcio e vitamina C, que são essenciais para uma boa dentição e doenças tanto vasculares e cardíacas, como também a diabete.

Quando a higienização bucal e todos os seus cuidados são feitos da maneira correta, é possível manter os seus dentes por toda a sua vida, diferente do que muita gente pensa por conta de existirem tantos idosos já sem todos os dentes, a partir dos 60 anos.

O que acontece é que muitas vezes esses conhecimentos não chegam a todas as pessoas que deveriam ou, então, não é considerado prioridade em questões de saúde, não sendo dado a relevância necessária.

Com um plano de saúde odontológico é possível ter uma dentição em seu mais perfeito estado mesmo na terceira idade, exatamente por permitir que sejam passados todos os conhecimentos necessários do profissional ao indivíduo em questão.

Normalmente, quaisquer outros problemas que possam surgir nessa fase, podem ser tratados em procedimentos específicos no próprio consultório odontológico. O importante é ter como objetivo manter os seus dentes e gengivas estejam os mais saudáveis possíveis durante toda a vida.

Escreva um comentário

Share This