Abrindo por com luvas por medo de contaminação TOC.

Quais são os tipos de TOC? Conheça os 10 principais e como afetam a vida do paciente

Você sabia que existem diferentes tipos de TOC? O transtorno de causas até então insertas, acomete cerca de 4 milhões de pessoas somente no Brasil, sabe-se também que esse número pode ser ainda maior, sendo assim, é preciso entender mais e quais os tipos do TOC, continue lendo.

O TOC é um transtorno grave, diretamente ligado aos transtornos ansiosos e tem seu curso crônico, estando atualmente no grupo das 10 doenças mais incapacitantes, segundo a OMS, e é um tema que precisa ser abordado e difundido.

O transtorno como citamos costuma incapacitar a pessoa para o trabalho, mas não para por aí, pode prejudicar a qualidade de vida da pessoa e a convivência com amigos, familiares e até mesmo debilitar ou impossibilitar sua vida academia.

Compreendendo a gravidade do assunto, podemos constatar que o melhor caminho é a informação, sendo assim, na sequência você confere quais são os tipos de TOC e suas características.

O que é exatamente o TOC?

Em resumo, o TOC é um transtorno psicológico, caracterizado por pensamentos obsessivos que por sua vez resultam em comportamentos compulsivos, com objetivo de aliviar a ansiedade gerada por pensamentos, dos quais a pessoa não possui controle.

Para ser considerado TOC, os pensamentos ou rituais, necessariamente devem estar prejudicando a qualidade de vida da pessoa, principalmente quando os rituais tomarem uma grande parcela de tempo da pessoa.

As obsessões e comportamentos compulsivos, devem tomar mais de duas horas diárias da pessoa, e normalmente geram grande angústia, desconforto e mesmo sabendo que não faz sentido, a pessoa não consegue controlar.

Quais são os tipos de TOC?

Os tipos de subtipos de TOC são inúmero e classificados de formas diferentes, mas é fundamental conhece-los, principalmente por serem causadores de extremo sofrimento e perca de qualidade de vida, nos seus portados.

O TOC de forma geral se divide em dois tipos:

  • Transtorno obsessivo-compulsivo subclínico: as obsessões e rituais se repetem com frequência, mas não atrapalham a vida da pessoa ou causam transtornos graves;
  • Transtorno obsessivo-compulsivo propriamente dito: as obsessões ocorrem de forma insistente, levando a compulsão para alívio da ansiedade e angústia.

Mas essas denominações, são dadas de forma muito resumidas, e para entendermos melhor como o transtorno afeta a pessoa e quais são os tipos de TOC, nós categorizamos os principais a baixo, confira.

1. TOC de contaminação

O TOC de contaminação é relativamente comum, trata-se de um quadro, onde a pessoa tem um medo exagerado de se contaminar com doenças ou que seus entes próximos, se contaminem também.

Esse tipo de TOC é muito comum em pessoas que em algum momento de sua vida, foram acometidas com doenças infecciosas ou que viram algum de seus entes queridos ou amigos, sofrerem ou morrer por estarem com alguma doença grave.

Não necessariamente o caso a cima precisa ter ocorrido, mas basta que ocorra um medo exagerado, em decorrência de pensamentos obsessivos, para caracterizar o TOC de contaminação.

Alguns exemplos de comportamentos ligados a esse tipo de TOC são:

  • Lavagem exagerada e compulsiva das mãos;
  • Ao tocar em corrimãos ou maçanetas passar álcool nas mãos;
  • Tomar banhos demorados (1 ou 2 horas) ou repetidas vezes;
  • Limpar a casa repetidas vezes no mesmo dia;

2. Verificação exagerada

A verificação exagera também costuma ser muito comum, e está ligada ao medo de perda, dano, catástrofe ou de machucarem a si próprios, ou a terceiros.

O paciente apresenta pensamentos intrusivos, dos quais gera muito medo de serem responsáveis por alguma catástrofe, culminando em comportamentos repetitivos, até que a pessoa tenha a sensação de segurança.

Esses comportamentos se refletem em verificações exagerada e continuas, como, por exemplo:

  • Verificar se o gás está fechado 5 ou 10 vezes;
  • Conferir se o carro está onde estacionou varias vezes;
  • Voltar em casa para conferir se trancou a porta varias vezes;
  • Verificar se realmente fechou o registro da torneira diversas vezes.

3. Contagem compulsiva

O TOC de contagem compulsiva é relativamente simples, mas não por isso, deixa de causar sofrimento a pessoa acometida. Trata-se de indivíduos, que motivados por pensamentos intrusivos realiza a contagem inúmeras vezes, muitas vezes com o “propósito de evitar alguma calamidade”.

O paciente acometido com esse tipo de TOC, basicamente possui uma necessidade compulsiva de contar as coisas de forma sistemática e às vezes a ponto de não conseguir parar.

Alguns exemplos são:

  • Contar o número de letras que uma palavra possui;
  • Contar o número de pisos no chão;
  • Contar quantas vezes uma pessoa respira;
  • Realizar ações x número de vezes;

Vale lembrar que mesmo sendo apenas a ação de contar, esta é uma forma que o paciente procurar, para aliviar a ansiedade e angústia, sendo assim, provoca sofrimento a pessoa.

4. TOC de Acumulação

O TOC de acumulação é uma variação do transtorno, que normalmente além de afetar o paciente, prejudica a vida das pessoas do convívio do afetado.

Basicamente a pessoa não consegue se desfazer de objetos, por mais inúteis ou de baixo valor aquisitivo, ou sentimental que tenham.

Em pouco tempo a pessoa constrói verdadeiras montanhas de objetivos em seu quarto ou casa, impedindo a passagem, gerando odores ruins ou atraindo animais, devido a restos de comida em embalagens velhas.

As características mais comuns são:

  • Não jogar embalagens plásticas usadas fora;
  • Não se desfazer de roupas que não servem ou não pretendem usar;
  • Sentir medo ou que algo ruim vai acontecer ao se desfazer do objeto;
  • Estocar mais alimento do qual realmente consegue consumir.

5. Evitação e crenças

Esse é um tema delicado e difícil de se relacionar o transtorno, mas o TOC de evitações e crenças, também chamado de pensamentos mágicos, é muito comum e costuma ser difícil de caracteriza-lo.

Em resumo, o paciente em razão de obsessões desenvolve crenças, evita coisas e realiza ações, por acreditar que tais atitudes podem mudar o curso natural da vida, impedindo catástrofes, relacionadas a mortes, acidentes ou punições.

Esses comportamentos se destacam do comum, devido ao exagero presente, afetando as mais diversas esferas da vida do paciente.

Alguns exemplos desse tipo de TOC são:

  • Evitar andar por um caminho ou usar determinada roupa para que ele ou outra pessoa não morra;
  • Deixar de fazer coisas antes prazerosas por medo de punições de seres superiores;
  • Ações irracionais como sentar e levantar 5 ou 10 vezes para que algo ruim não aconteça.

6. Pensamentos intrusivos e repulsivos

Os pensamentos intrusivos fazem parte de praticamente todos os tipos de TOC, mas estamos ressaltando eles aqui, por ser a característica que mais prejudica a qualidade de vida de uma pessoa.

Como o próprio nome diz, são pensamentos que invadem e estes podem ser dos mais diversos tipos, dos quais podem gerar muita angústia, medo, repulsa e desorientações quanto se aquele pensamento é correto ou não.

Alguns exemplos são:

  • Medo de morte iminente por agentes internos ou externos;
  • Pensamentos de agressividade para com pessoas próximas e queridas;
  • Pensamento de violência contra animais ou terceiros;
  • Pensamentos de cunho sexual com parentes ou amigos próximos.

7. Simetria e ordem

O TOC de simetria e organização é muito comum e em muitos casos, costuma ser banalizado, por ser uma situação muito associada a pessoas com mania de deixar tudo arrumadinho.

Não diferente dos demais, este também é resultado de pensamentos obsessivos refletidos em forma de ações compulsivas, no caso, de manter tudo simetricamente organizado.

Alguns exemplos clássicos são:

  • Organizar os móveis de forma alinhada as riscas do piso e a parede;
  • Organizar objetivos na estante repetidas vezes ou simplesmente jogar fora, para que os objetivos ficaram simétricos;
  • Organizar as roupas por cor, tipo, tamanho e estação.

8. TOC pré-natal ou Pós-parto

Esse tipo de TOC não é muito comum e normalmente pode ser associado a uma super proteção, mas de fato é algo prejudicial à mãe e para a criança.

Ocorrendo durante a gravidez e pós-parto, a mãe desenvolve um medo exagerado de que algo possa acontecer com seu bebê, que alguém ou algo possa fazer mal a criança ou a elá.

Atingindo níveis complicados, a ponto de a mãe agendar inúmeras consultas desnecessárias ou evitar que a criança receba visita, até mesmo de entes queridos.

Ou como é comum, passar muito tempo limpando para evitar que a criança se contamine com algum tipo de doença.

9. TOC alimentar

O TOC alimentar é a categoria do transtorno que mais se associa a ansiedade. Em resumo trata-se de pensamentos de cunho obsessivos, dos quais geram muita ansiedade na pessoa e faz com que a pessoa coma grandes quantidades de alimento para aliviar a ansiedade.

Existe também, casos em que a pessoa precisa organizar todos os alimentos no prato, separadamente, para então poderem comer, do contrário a pessoa é acometida por muita angústia.

10. Auto afirmação de imagem

Certamente não existe nenhum problema em querer ter uma boa aparência, afinal quando nos sentimos bem conosco, nossa autoestima se eleva, conseguimos nos aceitar e sermos muito mais felizes.

Mas quando isso de transforma em TOC, a pessoa se torna refém do espelho e tem muita dificuldade em se aceitar ou se achar bonito (a).

Surgem em sua psique pensamento obsessivos, degradantes e irracionais de distorção da realidade, levando a pessoa a realizar procedimentos ou passar horas se arrumando.

Alguns exemplos são:

  • A pessoa passa horas se olhando no espelho, verificando a maquiagem, cabelo etc;
  • Faz exercícios em exagero para ficar em forma;
  • Constantemente pergunta se esta bonita para reafirmar sua beleza.

Conclusão

Entender quais são os tipos de TOC não é uma tarefa fácil, e nem sempre os sinais são tão aparentes no começo, mas é muito importante ficar atento(a), afinal quanto ante o diagnóstico, mais rápido a recuperação.

Precisa realizar o diagnóstico ou tratamento de TOC? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos e médicos psiquiatras e especialistas em TOC, agende sua consulta online e seja atendido por videochamada ou presencialmente.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.