Paciente com transtornos ansiosos.

Qual a relação entre TOC e Ansiedade? Quais são as características de cada transtorno? Entenda isso e mais!

Entender qual a relação entre o TOC e ansiedade não costuma ser difícil, visto que, o Transtorno Obsessivo Compulsivo faz parte dos transtornos ansiosos, operando em linhas semelhantes, mas que se diferem na forma que impactam a vida do paciente.

Ambos os transtornos, são um assunto sério e grave e afetam cada vez mais pessoas no Brasil e no mundo. Proporcionado aos portadores angústia, sofrimento e debilitando muito a qualidade de vida do paciente com o transtorno.

Sendo assim, entender a diferença entre ambos, pode facilitar e muito no diagnóstico e no início do tratamento precoce. E pensando nisso, separamos algumas informações, para facilitar o entendimento e como o TOC e a ansiedade se relacionam, continue lendo.

TOC e Ansiedade

Primeiramente é importante compreender que estamos falando de psicopatologias diferentes, sendo assim, é fundamental compreender as características de cada uma separadamente.

No entanto, não é incomum a existência mutua entre as patologias. Segundo pesquisas brasileiras 63% dos portadores de TOC também são diagnosticados com algum grau de ansiedade generalizada, sem dizer demais transtornos.

Pesquisadores e especialista não possuem um consenso a respeito, mas podemos concluir que o surgimento de uma patologia, pode influenciar diretamente no surgimento da outra.

Podemos relacionar também questões fisiopatológicas, dado que, as áreas e neurotransmissores cerebrais de ambos os transtornos são semelhantes, principalmente quando relacionamos o uso de fármacos utilizados no tratamento.

Os medicamentos utilizados no tratamento de TOC e Ansiedade, visam regular desarranjos químicos, através de fármacos com objetivo de reestabelecer os padrões normais de serotonina.

E além do tratamento com fármacos, temos os tratamentos através das terapias comportamentais, visando a reeducação e reprogramações de perspectivas e formas como a pessoa lida com as situações do cotidiano.

Seguindo essas linhas de pensamentos, começamos a compreender que existe uma relação e ambos possuem cursos que parecem se cruzar ou surgirem em conjuntos, a seguir entenderemos o motivo.

Qual a relação entre TOC e Ansiedade

O TOC é uma psicopatologia, que segundo as caracterizações oficiais, é uma variação de ansiedade patológica, no entanto, o transtorno se difere e possui características muito particulares.

Sendo assim, concluímos que o TOC possui sim, relação direta com a ansiedade, mas que em seu aspecto biológico e formas de apresentação se torna bastante diferente.

Quais são as características do TOC?

O TOC é principalmente ligado a pensamentos intrusivos, isto é, que invade a mente da pessoa sem ela ter controle, gerando ansiedade e desconforto e não necessariamente acontece devido a influências do cotidiano. Pode ser coisas que nem ao menos aconteceram ou podem acontecer, gerando grande aversão na pessoa.

Esses pensamentos intrusivos podem ser os mais diversos, como a pessoa se ver realizando um ato repulsivo ou violento, sobretudo esses pensamentos rondeiam situações catastróficas, dos quais a pessoa não acredita verdadeiramente ou não fazem parte da personalidade, ou índole da pessoa.

Em função dos pensamentos intrusivos, é comum que o paciente portador do transtorno, desenvolva comportamentos e até pensamentos repetitivos, isto é, a pessoa desenvolva rituais, por acreditar que isso fará com que aquele pensamento vá embora ou a situação imaginada não aconteça.

E assim como os pensamentos intrusivos, estes comportamentos podem ser os mais diversos e nem sempre com função racional ou que tenham correlação dieta com o seu pensamento.

Alguns exemplos comuns de pensamentos e comportamentos são:

  • Contaminação: A pessoa possui pensamentos obsessivos de medo de se contaminar com uma doença ou que membros de sua família se contamine, fazendo com que a pessoa lave as mãos em excesso, tome banhos em demasia etc;
  • Simetria: A pessoa tende a alinhas objetos, moveis e até os alimentos por acreditar que essa ação possa evitar algo catastrófico.

Vale ressaltar que para se caracterizar TOC, estes pensamentos e comportamentos, precisam estar provocando danos a vida da pessoa e tomando uma grande quantidade de tempo da pessoa.

Precisa realizar o diagnóstico ou tratamento de TOC? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos e médicos psiquiatras e especialistas em TOC, agende sua consulta online e seja atendido por videochamada ou presencialmente.

Quais são as características da ansiedade?

A ansiedade se caracteriza principalmente por sintomas físicos frente a situações reais do cotidiano, gerando imenso desconforto físico na pessoa.

Podemos citar como exemplo a preocupação com o trabalho e trabalhos da faculdade, a acumulação dessas áreas, podem gerar ansiedade, proporcionado sintomas físicos, mas que diferente do TOC, possuem relação direta com a realidade e cotidiano.

Ainda sobre isso, podemos adicionar que o individuo com o transtorno de ansiedade, possui uma visão catastrófica e exagerada dos problemas e situações, muitas vezes distorcendo e maximizando a gravidade de uma situação.

Indivíduos com a condição, possuem muita dificuldade em lidar com a incerteza e ao potencializar determinadas situações, acreditam não conseguirem lidar com os problemas do cotidiano.

Precisa de ajuda para diagnosticar e tratar o transtorno de ansiedade? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos especialistas em ansiedade, agende sua consulta online ou presencial.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.