Descubra quando você deve se consultar com um médico mastologista.
|

Quando se deve procurar um mastologista para investigar qualquer tipo de doença nos seios? Descubra isso e mais!

A mastologia é uma especialidade médica voltada para os cuidados com as glândulas mamárias, responsável por combater, diagnosticar e tratar o câncer de mama. É esse o profissional que se dedica a estudos sobre as mamas, e é ele quem deve ser visitado sempre que você tiver dúvidas a respeito da saúde dos seios.

No entanto, muitas mulheres e até mesmo homens não sabem quando devem se consultar com um médico mastologista, devido à associação apenas com o tratamento de câncer de mama, mas neste post conheceremos mais sobre a especialista e quando e onde buscar auxílio do mastologista, continue lendo.

Diferente do que a grande maioria das pessoas imagina, o mastologista não deve ser visitado apenas por mulheres, já que homens também podem sofrer com câncer de mama e outros problemas mamários. Afinal, o sexo masculino também possui glândulas mamárias e hormônios femininos, mesmo que em menores quantidades.

Quando se deve procurar um mastologista?

Para lhe auxiliar na hora de saber exatamente quando você deve procurar a ajuda desse profissional, separamos um post completo sobre esse assunto. Confira a seguir!

Aumento do volume mamário

Um dos primeiros sinais de câncer de mama é o aumento do volume mamário, que pode também significar uma alteração funcional benigna da mama. Sabendo disso, é importante visitar um mastologista e analisar se o volume se dá por um nódulo canceroso, que pode se desenvolver e acabar aumentando o tamanho do seio.

Aumento anormal no volume dos seios, fora do período menstrual pode ser um indicativo de alerta para o câncer de mama.
um aumento no volume das mamas fora do período pré-menstrual pode ser sinal de câncer de mama

Uma dica é analisar o motivo do aumento de volume. Caso não esteja relacionado com o ciclo menstrual, lactação, gravidez ou período fértil, é importante consultar ajuda médica, especialmente se acontecer em apenas um dos seios.

Vermelhidão

Seios vermelhos também merecem uma atenção especial e visita a um mastologista. Afinal, a pele vermelha nas mamas pode indicar um tipo de câncer raro inflamatório, que recebe o nome de carcinoma mamário inflamatório. Além disso, também pode ser sinal de um sarcoma mamário que compromete os vasos linfáticos da pele.

Com esse entupimento causado pelas células cancerosas, a pele acaba ficando vermelha na superfície, embora não cause nenhum tipo de dor ou ardor.

Secreção

Muitas mulheres podem notar secreções saindo do seio durante algum período da vida fértil, e nem sempre isso é preocupante. Porém, toda a secreção que sai das mamas deve ser investigada por um profissional, que por meio dos exames poderá detectar a presença ou não de células suspeitas de câncer de mama.

Quando o exame detectar esse tipo de célula cancerosa, o mastologista solicitará uma investigação mais profunda.

Retração mamilar

A retração do mamilo acontece quando o mamilo não é invertido naturalmente, mas começa a retrair acompanhado ou não de dor. Quando isso acontece, você deve procurar ajuda imediata de um mastologista, já que esse é um dos primeiros sinais de tumor mamário.

Vale lembrar que esse sintoma só acontece em quem não tem mamilo invertido naturalmente.

Nódulo palpável

O autoexame da mama é importante em mulheres a partir de 18 anos, e deve ser feito mensalmente depois de 5 dias do primeiro dia da menstruação para avaliar se há ou não nódulos, ou qualquer diferença nos seios, seja na coloração, posição, tamanho e textura.

Caso você note qualquer nódulo palpável nas mamas, deve procurar ajuda médica imediatamente, já que apesar de poderem ser uma massa benigna, os nódulos também podem indicar tumores malignos.

Realizar o autoexame ou palpação da mama pode ajudar no diagnóstico de nódulos cancerígenos.
Mulher realizando o autoexame de mama.

Nódulos cancerosos são espessos, duros, compactos e com contornos mal definidos. Caso você tenha notado qualquer tipo de massa dura nos seios que seja indolor, procure um mastologista para investigar a possível causa do nódulo.

Descamação mamilar

Outro sinal de que você precisa procurar um mastologista é a descamação mamária, que pode ser causada por diversos fatores incluindo falta de hidratação na pele. Por isso, você deve ficar atento quando este sintoma vier acompanhado de dor, mudança no formato dos seios, nódulos e secreções.

Esses sinais podem indicar mastite (infecção das mamas muito comum na amamentação), cistos ou até mesmo câncer de mama.

Dores

Toda mulher sabe que seios doloridos são algo comum no período pré-menstrual e ovulatório, e muitas vezes as dores são causadas por origem benignas. Porém, você deve investigar qualquer outro sintoma que acompanha a dor, e qual período do mês essa dor aparece. Caso ela apareça logo depois da menstruação, é necessário avaliar o que está causando esse incômodo.

Mulheres acima de 40 anos

Para mulheres que têm mais de 40 anos de idade, a visita ao mastologista deve acontecer uma vez ao ano, ou sempre que a paciente notar algo de anormal nas mamas. Isso porque o intuito da visita anual nesse tipo de profissional é prevenir e combater o câncer de mama, já que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

Mulheres com histórico de câncer de mama na família

Mulheres que possuem casos de câncer de mama dentro da família devem procurar um mastologista o quanto antes, por volta dos 30 anos de idade ou quando notar qualquer irregularidade nas mamas.

Isso porque esse público possui chances maiores de desenvolver câncer de mama, já que o problema pode estar relacionado com mudanças genéticas.

Como é a consulta feita com um mastologista?

A consulta é feita como qualquer outra com profissionais da saúde, e em um primeiro momento o médico fará perguntas para conhecer melhor a paciente, especialmente se essa for sua primeira visita àquele profissional.

Nessa primeira conversa, você deve falar sobre hábitos alimentares, prática de exercícios físicos, histórico de saúde, histórico familiar e possíveis sintomas e queixas.

Depois de ser avaliada pelo profissional, você deverá tirar todas as suas dúvidas a respeito do câncer de mama e saúde das mamas, e também do autoexame e qual a melhor forma de realizá-lo.

Mulher segurando laço símbolo do combate ao câncer de mama.
O diagnóstico precoce de câncer de mama aumenta em 95% a taxa de cura.

Agora que você viu quando deve procurar um mastologista, mantenha suas consultas sempre em dia caso você tenha histórico familiar de câncer de mama ou tenha 40 anos ou mais. Com isso, você garante um diagnóstico precoce nos casos de câncer de mama, aumentando em até 95% as chances de cura da doença. Além disso, busque ajuda profissional sempre que notar algo diferente ou estranho mas mamas.

Suspeita de câncer de mama? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores Médicos Oncologistas e Médicos Mastologista especialistas em câncer de mama! Agende sua consulta online através do nosso aplicativo.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.