Homem com transtornos psicológicos TOC e Esquizofrenia.

Quem tem TOC pode desenvolver esquizofrenia? Qual a relação entre as psicopatologias?

Transtorno Obsessivo Compulsivo e Esquizofrenia qual seria a relação entre essas patologias, quem tem TOC pode desenvolver esquizofrenia e vise e versa? Bom a resposta para essas perguntas, não são simples de entender, mas tentaremos transparecer as informações que a ciência e especialistas nos apresentam a respeito do assunto, continue lendo.

Segundo especialistas, é estimado que cerca de 12% dos pacientes com esquizofrenia apresentam diagnóstico em comorbidade com o TOC.

Não é incomum, sintomas como obsessão e compulsões, característicos do TOC, por vezes incompreendidos, ser associado a sintomas típicos da esquizofrenia, criando grande referência para a coexistência para ambos os transtornos.

No entanto a grande diferenciação ocorre, quanto a percepção de realidade. O paciente com TOC sabe que suas obsessões não fazem sentido, apenas não possui controle sobre elas, muito diferente do paciente esquizofrênico.  

Sobre tudo, existe muita controvérsia a respeito do assunto, com os dados citados a cima, podemos concluir, que não há ligação direta entre os transtornos, no entanto, as opiniões divergem, vamos entender melhor isso.

Quem tem TOC pode desenvolver esquizofrenia?

O Transtorno Obsessivo Compulsivo e a Esquizofrenia, segundo especialistas, são transtorno psicopatológicos diferentes, sendo assim, apesar de notarmos uma coexistência relativamente alta na população em geral, um não pode ser considerado sintoma do outro.

Em resumo, podemos perceber a coexistência inicial devido às semelhanças, ambos pode se a semelhar, devido os sintomas obsessivos e compulsivos, mas na esquizofrenia, em determinado ponto da vida da pessoa, estes sintomas se agregam com sintomas psicóticos e alucinações.

No TOC, por exemplo, sabemos que os sintomas obsessivos compulsivos, podem se iniciar ainda quando criança, mas quando se observa as comorbidades em conjunto, podemos notar comportamentos atípicos ao TOC, como, por exemplo, devido a alucinações a pessoa começa a limpar as coisas para aliviar a alucinação.

Ainda sobre as diferenças de sintomas, existe a percepção por parte dos especialistas, de que o paciente com TOC não tenha total percepção a respeito do seu quadro, muito em razão do desconhecimento, fator que possa propor certa semelhança a esquizofrenia.

Pessoas com TOC e esquizofrenia.
Os sintomas de TOC e Esquizofrenia se assemelham.

No entanto, esta semelhança para por ai, visto que a pessoa com o TOC, mesmo com as obsessões e compulsões não apresenta transtornos delirantes e psicóticos, característica mais marcante em esquizofrênicos.

Então o que podemos concluir? Atualmente podemos concluir que existe sim uma coexistência relativamente alta, mas uma não é sinônimo da outra.

Enquanto o paciente de TOC possui obsessões e compulsões, que podem ou não se manter em contato com a realidade. O paciente esquizofrênico, se destoa devido às alucinações e sintomas delirantes desconexos com a realidade.

Tratamento para TOC e Esquizofrenia

As opiniões a respeito do tratamento do TOC e Esquizofrenia são divergentes, principalmente com relação à dificuldade para o diagnóstico apresentada quando ha coexistência dos transtornos.

Alguns especialistas declaram ser mais fácil o tratamento, quando a ocorrência das comorbidades são mutuas, já outras linhas de pensamentos, declaram que o tratamento possui uma eficiência menor quando ha ocorrência em simultâneo.

O que se apresenta como consenso atualmente, é a necessidade de realizar estudos mais aprofundados, com objetivo de diferir a capacidade de tratamento quando as comorbidades correm em conjunto, com objetivo de desenvolver melhores formas de tratamento.

No entanto, em ambas as comorbidades o uso de medicações psicotrópicas, bem como terapias comportamentais, parecem ser uma opção bastante favorável.

No caso do TOC o mais comum é a utilização de fármacos antidepressivos, com propriedades recaptadoras-seletivas de Serotonina, além disso, o uso de terapias, como a cognitivo-comportamental se mostra como uma ótima opção.

Para a esquizofrenia, a principal escolha de psicofármacos são os antipsicóticos em conjunto de terapias psicossociais.

Conclusão

O TOC é frequentemente acompanhado de outros transtornos, como a ansiedade, depressão, ataques de pânicos e fobias sociais, por exemplo, mas ainda não é possível comprovar que em razão dele a esquizofrenia acontece ou se estamos lidando com a sobreposição de sintomas.

Precisa realizar o diagnóstico ou tratamento de TOC? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos e médicos psiquiatras e especialistas em TOC, agende sua consulta online e seja atendido por videochamada ou presencialmente.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.