Mulher com TOC e Depressão
|

Quem tem TOC pode ter depressão? Qual a relação entre às duas psicopatologias? Entenda mais sobre o assunto!

A grande questão a ser abordada nesse post é se quem tem TOC pode ter depressão também, e a resposta curta é que sim, entre 50 a 60% das pessoas diagnosticas com o transtorno, também apresentam os sintomas vitalícios de depressão.

Ambas as psicopatologias parecem andar em conjunto segundo os especialistas, principalmente quando consideramos a abordagem de tratamento através de fármacos, para ambos os transtornos, que em sua grande maioria busca reestabelecer e normalizar neurotransmissores cerebrais responsáveis pela serotonina.

A Serotonina é um neurotransmissor com a capacidade de fazer a regulação do sistema emocional, regulando o humor, sono, apetite e até a sensibilidade a dor.

Sobretudo é preciso lembrar que o TOC é um transtorno de curso crônico, capaz de degradar lentamente a qualidade de vida de uma pessoa, tornando suas relações pessoais, profissionais e acadêmicas quase que insustentáveis.

Além disso, precisamos destacar o transtorno, como um dos mais incapacitantes da atualidade, segundo a Organização Mundial da Saúde, tornando a pessoa inapta para o trabalho, estudos e até mesmo para o convívio social.

Essa degradação da qualidade de vida do paciente, ocorre em razão de seus pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos, que fazem com que a pessoa experimente uma angústia, desconforto, desgosto e inquietação muito grande, em razão de obsessões que se refletem em comportamentos irracionais, com objetivo de aliviar a ansiedade e demais sentimentos citados a cima.

Além da depressão, o risco é significativamente maior para distúrbios alimentares, fobias simples, fobia social, transtorno de pânico, transtorno de ansiedade generalizada e dependência de substâncias químicas. Tornando a pessoa ainda mais suscetível a quadros depressivos e complexos.

Entendendo como o TOC pode afetar a vida de uma pessoa, começamos a entender os motivos e as chances de desenvolver depressão serem maiores, mas vamos analisar melhor esse assunto, continue lendo.

Qual a relação entre TOC e depressão?

Como citamos anteriormente o transtorno TOC é altamente incapacitante e debilita muito a qualidade de vida, essa debilitação ocorre principalmente por estarmos falando de uma psicopatologia do grupo dos transtornos ansiosos.

A pessoa com o transtorno é frequentemente abordada por pensamentos intrusivos, isto é, pensamentos de obsessão que invadem a cabeça e a pessoa não tem controle. Esses pensamentos podem ser dos mais diversos aspectos, desde pensamento irracionais ligados a catástrofes iminentes oferecendo risco a ela ou a terceiros, ou simplesmente, o medo extremo de se contaminar com alguma doença.

Por sua vez, estes pensamentos obsessivos, são refletidos em ações irracionais, cujo objetivo é aliviar a ansiedade e sofrimento que os pensamentos geram. E mesmo que em muitos casos a pessoa saiba que não faz sentido, tem dificuldade de criar validações a respeito do comportamento.

Lapes e Clipses de papel sobre a mesa.
Pessoas com TOC tendem a ter pensamentos e ações repetitivas, metódicas e estranhas.

E com o decorrer do tempo, sem tratamento, podemos dizer que esse sofrimento, pode desencadear gatilhos para o surgimento de outras psicopatologias, no caso a depressão, mas também podemos cita o transtorno de ansiedade.

As causas para o desenvolvimento da depressão podem ter relações fisiopatológicas, dado que as áreas do cérebro responsável, possuem ligação direta em ambos os transtornos.

Bem como uma decorrência do sofrimento, isolamento e debilitação social e pessoal, permitindo gatilhos para o desenvolvimento da depressão.

Esta análise, cabe estudos mais aprofundados, mas podemos nos pautas em aspectos como: 50% das pessoas com TOC possuem pensamentos suicidas e 25% destes já tentaram suicídio. Esse agravamento ocorre, pois, cerca de 15 a 20% dos pacientes, quando diagnosticados já possuem algum grau de depressão maior.

Esses dados preocupantes, podem ser associados ao sofrimento extremo que o paciente de TOC passa, visto que o transtorno tende a piorar gradativamente, facilitando a degradação da qualidade de vida e abrindo espaço para tristeza profunda, em função da angústia constante.

Em palavras gerais, sabemos que a depressão tem ligação direta com desarranjos neuroquímicos cerebrais, mas acontecimentos e forma como a pessoa valida e lida com a realidade, tem papel predominando em como o psicológico da pessoa se portara, frente a adversidades.

Conclusão

Ainda não sabemos o porque quem tem TOC pode desenvolver depressão de forma concreta, mas com as situações apresentadas podemos criar teorias bastante plausíveis a respeito, e principalmente entendermos que sim, existe a possibilidade de desenvolver depressão.

E que se trata de uma psicopatologia séria, degradante e que precisa muito de atenção e receber o tratamento o quão precoce possível.

Precisa realizar o diagnóstico ou tratamento de TOC? Aqui no BoaConsulta você encontra os melhores psicólogos e médicos psiquiatras e especialistas em TOC, agende sua consulta online e seja atendido por videochamada ou presencialmente.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.