mulher com a mão no peito

Respiração ofegante e falta de ar: 10 possíveis causas e como tratar!

Sintomas bastante comuns, como a respiração ofegante e a falta de ar, podem indicar inúmeros diagnósticos. Infelizmente, boa parte da população mundial sofre com tais situações, sendo necessário realizar uma análise para verificar a causa.

Em geral, tais acontecimentos têm a ver com o estilo de vida, o psicológico e algumas doenças específicas. De qualquer forma, o mais indicado é procurar por um especialista para entender corretamente o que de fato está havendo.

Para descobrir possíveis causas para a respiração ofegante e a falta de ar, fique atento aos parágrafos abaixo. Neles, estarão listadas 10 situações que podem trazer tais sintomas, além de como tratá-las!

O que é a respiração ofegante e a falta de ar?

De maneira bastante direta, pode-se descrever a respiração ofegante como um processo curto e acelerado de respiração. A falta de ar, então, diz respeito à dificuldade de respirar junto a sensação de não haver ar para inspirar. Ambas as situações são preocupantes, já que podem indicar alguns problemas sérios na saúde do paciente.

Mulher com a mão no tórax com falta de ar.

Os dois também podem ser conhecidos por outros nomes, como hiperventilação no primeiro e dispneia no segundo. Independentemente do termo utilizado, é bom ficar atento a outros sintomas que podem acompanhá-los. Bons exemplos para isso são a dor no peito, a fraqueza ou mesmo um cansaço constante.

Quais as possíveis causas para a respiração ofegante e a falta de ar?

O grande problema para quem sofre com a respiração ofegante e a falta de ar é que há inúmeras causas possíveis para tais sintomas. Sabendo disso, o mais interessante é analisar alguns dos principais juntamente com sua vida e seus hábitos.

De preferência, este estudo deve ser feito na companhia de um profissional, o qual auxiliará no processo. De qualquer forma, 10 dos principais motivadores para isso são os que seguem.

1. Estilo de vida

Em uma sociedade ainda muito sedentária, o estilo de vida é um dos principais fatores para o surgimento de inúmeras doenças. Entre elas, encontram-se as respiratórias, que incluem sintomas como respiração ofegante e falta de ar. Neste tópico, entretanto, se faz possível subdividir diversas categorias, cada qual com seu efeito específico.

alimentação ruim pode causar respiração ofegante e falta de ar

A falta de exercícios físicos ou sua realização em demasia pode ocasionar tais situações, assim como a alimentação desbalanceada. O fumo é outro aspecto que influi diretamente no caso, trazendo consigo a tosse e o amarelamento dos dentes.

2. Obesidade ou ganho de peso

Seguindo a lógica do primeiro item, o peso do paciente é outro ponto que pode interferir em sua capacidade respiratória. Em geral, os sintomas aparecem em indivíduos que apresentam obesidade ou um ganho de peso rápido. Em ambos os casos, há fatores físicos e bioquímicos que causam tais fenômenos.

homem obeso com as mãos na barriga.

Do aumento do volume abdominal à elevação do diafragma, alguns aspectos facilitam a falta de ar. Com isso em mente, é interessante realizar uma avaliação física para entender melhor seu IMC e a real situação de sua saúde.

3. Anemia

Ainda que muitas pessoas relacionem a anemia à má alimentação e a fraqueza, há uma explicação mais correta para a doença. Na verdade, ela está relacionada ao nível de hemoglobinas do sangue — os famosos glóbulos vermelhos. Sua função, no corpo humano, é a de justamente transportar oxigênio pelo organismo.

anemia causa falta de glóbulos vermelhos e respiração ofegante e falta de ar

Sabendo disso, é simples compreender que esse diagnóstico está diretamente ligado à respiração ofegante e à falta de ar. Felizmente, o tratamento pode ser feito — de acordo com a gravidade do caso —, com suplementação de ferro e algumas vitaminas, em especial do complexo B.

4. Transtorno de ansiedade

Por vezes, quando um indivíduo apresenta os sintomas citados neste texto, os presentes logo pensam em problemas físicos. O que poucos sabem, porém, é que distúrbios psicológicos também podem trazê-los. Em especial, cita-se o transtorno de ansiedade que, em meio a uma crise, pode apresentar essa merma situação.

pessoa com transtorno de ansiedade sentada na poltrona

O tratamento junto a um psiquiatra e um psicólogo é vital para esse caso, mas há formas de atuar durante a crise. Sugere-se tentar acalmar o paciente, fazendo-o regularizar sua respiração. Alguns exercícios de expirar e inspirar podem ser bastante úteis.  

5. Ataques de pânico

Da mesma maneira que a ansiedade, um ataque de pânico pode causar respiração ofegante e falta de ar. A hiperventilação ocorre comumente em situações como essa, ligadas ao estresse e ao medo. E, assim, como no exemplo acima, é preciso acalmar o paciente e fazê-lo respirar corretamente.

ataques de pânico podem causar respiração ofegante e falta de ar

O grande problema é que, ao seguir com os sintomas, o nível de gás carbônico no sangue diminui, piorando ainda mais a situação. Não à toa, o acompanhamento médico é extremamente indicado para quem sofre com o transtorno.

6. Bronquite asmática

Uma das principais causas para a falta de ar é a asma, uma doença que afeta diretamente os pulmões do paciente. De acordo com o Ministério da Saúde, ela pode acompanhar uma inflamação crônica dos brônquios. Estes, por sua vez, são justamente os pequenos tubos que levam o ar ao pulmão.

bombinha de asma ou bronquite asmatica

Felizmente, a evolução da medicina fez com que os sintomas sejam controlados e o tratamento mais eficaz. Vale destacar que fatores externos podem desencadear as crises, como poluição, fumaça, mudanças climáticas e mesmo alergias.

7. Doenças pulmonares

Não somente a asma pode causar respiração ofegante e falta de ar, já que outras doenças pulmonares podem trazer os mesmos sintomas. A bronquite asmática, na realidade, é um desses casos, mas que ocorre de maneira obstrutiva. Há, também, as que apresentam características restritivas.

doenças pulmonares podem causar respiração ofegante e falta de ar

A fibrose pulmonar é um desses casos, em que há um enrijecimento dos pulmões, sendo preciso mais esforço para a inspiração. A escoliose é outro motivador para o diagnóstico, já que restringe os movimentos da caixa torácica.

8. Doenças cardíacas

Engana-se, porém, quem imagina que apenas distúrbios pulmonares interferem na capacidade respiratória de um indivíduo. Na verdade, há algumas doenças cardíacas que complicam o processo para o paciente. No caso da insuficiência cardíaca, a capacidade de bombeamento do coração é reduzida.

doenças cardíacas devem ser controladas com médicos

Por conta disso, pode ocorrer um acúmulo de fluidos no pulmão, além da sensação de asfixia. Para obter uma análise completa, entretanto, o mais indicado é se consultar com um cardiologista para conseguir ajuda. Junto a ele, é mais fácil buscar por um tratamento efetivo.

9. Pneumonia

Pequenas partículas no ambiente, como vírus, bactérias e fungos, podem gerar a respiração ofegante e a falta de ar. Em geral, casos como esse ocorrem quando os elementos acarretam a pneumonia. Nessa situação, esses agentes infecciosos interferem no organismo, causando inflamações e acúmulo de líquido nos pulmões.

remédios para pneumonia, respiração ofegante e falta de ar

Como visto, há algumas causas para a doença, as quais devem ser analisadas para um diagnóstico preciso. De acordo com a conclusão do pneumologista, o tratamento pode ser feito com antibióticos, antifúngicos ou antivirais. Uma melhora no sistema imunológico do paciente também é extremamente indicada.

10. Covid-19

No mundo atual, não há como não relacionar qualquer sintoma diferente à Covid-19, que assombra toda a sociedade global. De fato, porém, estes são sintomas compatíveis com a doença, que interfere diretamente no sistema respiratório. Outros indícios da presença do coronavírus são dor de cabeça, tosse, febre e dor de garganta.

respiração ofegante e falta de ar como sintomas de covid-19

O ponto de atenção, entretanto, é que esse é um sinal de gravidade do quadro. Com isso, o ideal é buscar por ajuda médica imediatamente, visto que esta é uma indicação de comprometimento dos pulmões.

Como tratar respiração ofegante e falta de ar?

Como pôde ser visto ao longo deste texto, inúmeras são as causas prováveis para respiração ofegante e falta de ar. Descobrir o diagnóstico correto, portanto, não é uma atividade a ser realizada por você. O mais indicado nestes casos é buscar por auxílio médico, principalmente em especialistas em cardiologia, pneumologia e otorrinolaringologia.

Precisa agendar com um médico ou deseja ser atendido por teleconsulta? No BoaConsulta encontra as mais diversas especialidades médicas, agende sua conta e seja atendido presencialmente ou por teleconsulta.

Histórias recentes

Postagens similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.