Você sabe o que é orquite? É uma inflamação nos testículos, que pode ter como causa: vírus, bactérias, fungos, parasitas ou traumatismo no local. Geralmente, ela costuma provocar dores e inchaços.

Pode ainda se manifestar em apenas um ou nos 2 testículos, ser aguda, quando há dores e sensação de peso, ou crônica, quando é assintomática, tendo somente um pequeno desconforto.

Se não bem tratada, pode ocasionar infertilidade ou atrofia dos testículos. Quando causada por infecção, pode ainda levar à inflamação do epidídimo, pequeno canal que conduz os espermatozoides à ejaculação. Continue a leitura e entenda melhor sobre essa condição, tratamento e sintomas!

O que é orquite?

Então, como mencionado na introdução, é um tipo de inflamação que acomete os testículos. Na maioria dos casos, o primeiro sintoma é a dor, que o homem sente ao tocá-los. Porém, há casos que são assintomáticos, dificultando o diagnóstico inicial. Pode ser causada por diversos fatores, como veremos a seguir.

Orquite por vírus

O mais comum é pelo vírus da caxumba, que desce pelo sangue até o local, podendo acometer crianças também. Todavia, outros vírus entram na lista, como os de doenças sexualmente transmissíveis, o da Influenza, o Echo, o da mononucleose, o de Coxsackie. Para evitá-los, é recomendado manter as vacinas em dia, manter a boa higiene pessoal, usar preservativo antes das relações sexuais, além de fazer os check-ups periódicos.

Orquite por bactérias

As mais comuns que causam a inflamação são: Micobacterium sp., Treponema pallidum, Haemophilus sp. Nesse caso, pode acometer ainda o epidídimo. A prevenção se dá pela higiene das mãos, principalmente antes de o homem urinar, e também pela atenção a qualquer sintoma de infecção no organismo, como a urinária.

Orquite por outras causas

É menos comum, mas alguns traumas ou torções podem levar a desenvolver a patologia, assim como certos tipos de parasitas. No caso dos traumas, por exemplo, acontecem danos nos tecidos, o que prejudica a circulação e causa insuficiência de oxigenação. Já na hipótese de vermes, os mais encontrados são os causadores da esquistossomose (geralmente, encontrados na África) e os da filariose (de grande ocorrência no nordeste do Brasil).

Sintomas mais comuns

Os mais frequentes são:

  • dores nos testículos;
  • inchaço;
  • ejaculação ou urina com sangue;
  • febre;
  • desconforto ou sensação de peso na região.

Como é feito o diagnóstico e o tratamento?

O diagnóstico é feito por um médico urologista, que é o especialista para a saúde do sexo masculino nessas situações. O exame mais comum é feito pessoalmente, na clínica. Porém, é comum que ele peça outros complementares, inclusive para identificar o motivo. Assim, exames de sangue e ultrassom também podem fazer parte.

O tratamento dependerá da fase de descoberta, dos sintomas e da causa. Quando provocada por bactérias, será preciso administrar o antibiótico apropriado. Anti-inflamatórios costumam ser indicados. Além disso, repouso e compressas geladas costumam fazer diferença. Em ocorrências mais graves, será preciso realizar uma cirurgia para a remoção dos testículos.

Diante disso, quanto mais rápida a descoberta da doença, mais eficaz é a intervenção médica. Além do que, o homem evita consequências piores, como infertilidade, que acaba atingindo 4% dos casos e atrofias.

Agora que você já sabe o que é orquite, caso esteja sentindo algo relatado aqui, não deixe de procurar um urologista de confiança a fim de cuidar bem da sua saúde, beleza?

Aproveite e entenda mais sobre o que o médico urologista faz e quando se consultar!

 


1 Comentário

Escreva um comentário

Share This