Como ter um bom relacionamento com meu filho(a) adolescente?

Quarta-feira, 25 de Agosto às 19:53

Respostas (23)

Quinta-feira, 16 de Setembro às 20:51

A adolescência é uma fase da vida que envolve grandes desafios. É natural que os pais encontrem certa dificuldade na comunicação com os filhos adolescentes, pois existe uma tendência, ´por parte destes últimos, de uma postura marcada por argumentação, oposição, questionamentos de regras.... Também é natural que os jovens busquem privacidade e seu próprio espaço dentro de casa. Esta é uma fase de busca por identidade, de descobertas, de mudanças físicas e comportamentais....tudo isso é natural , mas também muito intenso. Uma atitude fundamental por parte dos pais é saber escutar. Muitos adolescentes se sentem não ouvidos e acolhidos em suas angústias. Os adultos tendem a achar "exagero" as aflições desta idade, pois consideram que os problemas da vida adulta são mais importantes e significativos. O que não é verdade. Isso às vezes cria uma barreira pra um bom relacionamento, pois os pais acabam não dando tanto valor às queixas , aos desejos, às escolhas dos filhos nesta idade e cria-se assim um grande bloqueio na comunicação. É importante que essa escuta seja feita com empatia e sem julgamento. Duas palavras-chave que são essenciais pra se ter um bom relacionamento com os filhos nesta idade: negociação e flexibilidade. Não dá pra ser completamento rígido com as regras....Muitas vezes será preciso ponderar alternativas e combinados que sejam bons pros pais e adolescentes. Exemplo prático: "Pai/ mãe: quero ir à uma festa, posso?" "Sim...mas preciso saber com quem, em qual local....você precisa voltar essa hora, etc etc" Apenas dizer não e pronto, pode não ser uma bola alternativa....

0 0

Terça-feira, 14 de Setembro às 23:26

Olá! Uma das queixas que mais recebo de pacientes adolescentes é que frequentemente não se sentem ouvidos e acolhidos pelos pais. O primeiro passo pode ser ouvir o que ele(a) tem a dizer e perguntar se gostaria de uma opinião ou se está apenas fazendo um desabafo. Em alguns casos, porém, o processo psicoterapêutico pode ser o mais indicado - tanto para você quanto para ele(a).

0 0

Terça-feira, 14 de Setembro às 14:32

Sempre bom manter um relacionamento de dialogo franco, claro, respeitoso e firme, desde que esse dialogo entre adolescente e pais ja exista ou seja uma demanda da família, forçar um relacionamento pode fazer com que o adolescente fique inseguro e o afastamento.

0 0

Domingo, 12 de Setembro às 15:57

boa tarde ,tudo bem QUE idade tem seu filho? Para cada criança temos um tratamento diferenciado, o desenvolvimento infantil depende de muitos contextos, família, escola, ambiente , cada criança tem uma percepção de mundo ,o que para uma criança pode parecer simples ,para a outra é traumático, estou a disposição caso queira agendar um horário para maiores conhecimentos ,estou atendendo presencialmente e online.

0 0

Segunda-feira, 06 de Setembro às 21:58

Olá! O dialogo é sempre a melhor recurso, escutá-lo e expor seu ponto de vista. Lembre-se que ele agora também começa a consolidar suas posições, mas a sua opinião acerca de tudo conta muito.

0 0

Quinta-feira, 02 de Setembro às 02:42

Primeiro passo é estar prôximo ao seu filho, se interessar pelo que ele gosta, saber quem são seus amigos sem criticá-los, procurar não compará-lo, fazer com que ele se mantenha prôximo da família

0 0

Quinta-feira, 02 de Setembro às 01:48

Use o elogio e a confiança para ajudá-lo a adquirir uma imagem positiva de si mesmo. Reconheça e corrobore os sentimentos de seu filho escutando-o de forma compreensiva e fazendo comentários sem criticar. Recorde-se que escutar não quer dizer que você tenha de resolver os problemas de seu filho adolescente.

0 0

Quarta-feira, 01 de Setembro às 17:32

Um pilar importante para o bom relacionamento é a comunicação aberta, o incentivo de expressar emoções e pensamentos e evitar julgamentos. Vemos que o adolescente passa por diversas mudanças físicas e psicológicas, e está em um momento crucial de formação e amadurecimento da sua personalidade. Sendo assim, é importante que ele tenha espaço para se descobrir e se expressar.

0 0

Terça-feira, 31 de Agosto às 14:08

Acredito que o principal é trabalhar uma comunicação saudável. Lembrando que a empatia e acolhimento são muito importantes, mas tendo sempre o cuidado que para acolher não precisa entender, pois cada individuo sabe da sua própria dor e sua verdade, mesmo não sabendo comunicá-las ao outro.

0 0

Terça-feira, 31 de Agosto às 13:35

Escute o que ele tem para dizer com atenção e busque não fazer pré-julgamentos. Converse de forma respeitosa, pois isso dá espaço para ele se abrir e a respeitá-lo também. Ao mesmo tempo, não deixe de argumentar, através de uma comunicação assertiva.

0 0

Segunda-feira, 30 de Agosto às 19:39

Para ter um bom relacionamento com um adolescente, o pai/mãe deve mostrar que faz parte da vida dele, e não que exerce apenas o papel de provedor financeiro ou autoridade familiar. Mostre que você é uma pessoa em quem ele pode confiar para falar sobre coisas dolorosas, e que você estará lá mesmo quando não concordar com ele. Pergunte sobre como ele está se sentindo, sobre quais são suas necessidades, quais são as suas preocupações, os seus medos, as suas esperanças. Pergunte se há algo em que ele esteja precisando de você. Se vocês estão conversando e ele disse algo do que discorda, não diga que ele está errado ou que é besteira o que ele está sentindo; valide seu relato, diga que entende o que está acontecendo, que entende o seu ponto de vista e que é importante que ele compartilhe, e em seguida compartilhe sua própria visão sobre o assunto.

0 0

Segunda-feira, 30 de Agosto às 19:01

Boa tarde Antonio. A adolescência é uma fase difícil, principalmente para o próprio adolescente. O ideal é você estabelecer regras e limites para ele e para ele sempre com acolhimento.

0 0

Domingo, 29 de Agosto às 01:40

Ola, tudo bem? Ja fui tambem mae de adolescente. Posso entender suas angustias, duvidas e questionamentos .Sua pergunta é bastante importante e comum ao mesmo tempo. O adolescente vive uma fase de transição , entre ser criança e, jovem/adulto. Pra eles , é um momento difícil, e , como não têm ainda as ferramentas pra lidar com essa mudança, se comportam de forma hostil, insegura, triste, fechada , e assim por diante. Uma verdadeira avalanche de emoções que , por outro lado, nos atingem como pais, de uma forma tão brusca... porque naõ nos preparamos pra isso. As discussões e desentendimentos tornam-se frequentes e nem nós , e, muito menos eles sabemos o que fazer... Não há uma resposta que resolva essa nova relação de uma forma mágica. Se eu puder contribuir com você, sugiro que olhe para seu filho/filha de um jeito aceitador, acolhedor e , sem julgamento. Deixe-o sentir -se num ambiente seguro quando estiver ao seu lado. A partir disso a conversa e aproximação entre vcs deverá ficar mais fácil e fluida. Com o tempo.

0 0

Sábado, 28 de Agosto às 23:17

A base de todo relacionamento é a comunicação e com os filhos não é diferente, ainda mais adolescentes, é preciso se despir das nossas expectativas sobre eles para compreender seus desejos e o que estão tentando nos dizer.

0 0

Sábado, 28 de Agosto às 14:13

Olá, bom dia! Primeiramente, precisamos entender essa fase da adolescência que é bem sensível, com muitas demandas e transformações, o que é esperado e o que é preocupante para os pais. Assim, conseguimos delimitar os limites que eles precisam, as formas que podemos acolhe-los, o respeito também que os pais devem construir em relação a individualidade dele ou dela (que está sendo fortemente construída nessa faixa dos 14 aos 21 anos). Agora, para trazer tudo isso a vc via msg, fica mais complicado. Estou a disposição. Obrigada.

0 0

Sábado, 28 de Agosto às 13:50

Boa tarde. Esta é uma pergunta cuja resposta é complexa, mas no resumo: um diálogo aberto e honesto entre os dois é essencial, sempre pontuando ao(à) filho(a) que a autoridade são os pais e responsáveis. Quando o(a) filho(a) se expressar, procure acolher o que ele(a) diz, isso pode ser muito proveitoso e traz confiança na relação. Espero ter respondido à pergunta.

0 0

Sexta-feira, 27 de Agosto às 20:56

A fase da Adolescência requer muito dos pais.Porque queremos o melhor para nosso filho.Mas esta fase tudo para eles é novidade e acreditam que sabem de tudo. Mas isto não é real. Sugiro proximidade do seu filho,evitar críticas e estar sempre atento em mudanças de comportamento.O dialogo é muito importante neste fase.

0 0

Sexta-feira, 27 de Agosto às 20:32

O começo de um bom relacionamento com um filho adolescente, é sempre o diálogo. Deixá-lo falar e ouvir o que ele tem a dizer é muito importante em qualquer situaçao. Nao deixe de conversar com ele.

0 0

Sexta-feira, 27 de Agosto às 18:55

Não existe uma fórmula ou receita específica para seguirmos que nos auxiliem nas relações com nossos filhos, visto que estas relações são permeadas por vários fatores externos. Por exemplo: Pais separados, possibilidade de tempo com qualidade que é possível despender com a relação, de que forma o vínculo foi estabelecido até o momento, entre tantos outros fatores. A abertura para um diálogo aberto e honesto, aliado ao respeito ao espaço para as novas descobertas que esta fase da vida proporciona facilitam na relação, além de fortalecer o vínculo e a confiança. Na adolescencia buscamos experimentar coisas novas e estamos mais dispostos a nos desvincular das relações familiares como únicas e passamos a escolher outras relações. Por isso é importante avaliar as situações externas que influenciam na dinâmica da relação atual para, aí sim, pensarmos estratégias mais objetivas.

0 0

Sexta-feira, 27 de Agosto às 18:22

A adolescência é um período dificil para pais e para os adolescentes também... muitas vezes o melhor caminho é construir uma aproximação sem imposições mas com negociações, conversar e esperar a argumentação do adolescente para juntos encontrarem uma solução para as questões que seja satisfatória para ambos sem perder a noção de limites (que são importantes e necessários para a construçã da personalidade) mas também sem extrema rigidez. A comunicação é sempre o melhor caminho ;)

0 0

Sexta-feira, 27 de Agosto às 00:44

É muito importante lembrar que os adolescentes estão em um momento muito peculiar do desenvolvimento humano. Nesse período há muitas mudanças físicas, hormonais, sociais e psicológicas. Tantas mudanças podem acarretar em confusão, insegurança, tensão ou mesmo tristeza, por não saberem lidar com as mudanças e as frustrações do dia a dia. Além disso, a adolescência é um momento em que o indivíduo não é mais criança, mas também não é um adulto ainda. Isso traz muitas limitações sociais e emocionais, o que deve ser encarado com tranquilidade e atenção dos pais ou responsáveis. O ideal é manter sempre, desde a infância, um bom diálogo, um vínculo saudável com os filhos, dando a eles autonomia, mas também responsabilidades de acordo com seu nível de maturidade e desenvolvimento. E lembre-se, as crianças tem os adultos que o cercam, como referências, que ele pode seguir ou rejeitar, mas são sempre referências. Então é crucial que os adultos saibam lidar bem com seus próprios conflitos, se desejam mostrar aos adolescentes como lidar com os conflitos da adolescência. Caso seja necessário, devem procurar ajuda psicológica especializada.

0 0

Quinta-feira, 26 de Agosto às 21:07

Relacionamento é uma construção então o melhor caminho e conhecer seu filho(a) ouça seus planos, desejos e a partir disto tentar "entrar" no mundo dele(a) sem criticas infundadas sem ser o dono da verdade. tentar aprender com ele(a) é acredite isto pode ser feito. Com muito afeto , olho no olho construindo ou reconstruindo caminhos.

0 0

Quinta-feira, 26 de Agosto às 19:21

A adolescência é uma fase da vida marcada por mudanças físicas, psicológicas e sociais. Essa transição gera muitos conflitos, tanto para o adolescente quanto na relação com os pais. Por isso é muito importantes os pais manterem o diálogo, buscar se interessar pelas coisas que o seu filho gosta, realizar monitoria positiva, ser exemplo dentro e fora de casa. Essas são dicas de ouro para estabelecer um bom relacionamento com ele.

2 0

Não encontrou a resposta que procurava?
Faça outra pergunta!

Itens por página:

1 - 23 de 23